Shader Conductor: novo projeto open source da Microsoft oferece compilação cruzada para HLSL


O mais recente projeto de código aberto da Microsoft sob a licença MIT é o "Shader Conductor", criado especialmente para permitir a compilação cruzada da linguagem de programação de alto nível utilizada na criação de shaders HLSL (High Level Shading Language) para outras linguagens, incluindo o uso da GLSL (OpenGL Shading Language) para o OpenGL e Vulkan.

A iniciativa da empresa é apenas uma no meio de vários outros projetos open source criados para passar de uma linguagem de programação utilizada na criação de shaders para outra. Com o Shader Conductor, que pode lidar com todos os estágios, incluindo geometry e compute shaders, o foco está na conversão da HLSL para GLSL ou SPIR-V (OpenGL/Vulkan), ESSL (OpenGL ES), MSL (Apple Metal) e modelos de shader HLSL mais antigos.

Isso está longe de ser o primeiro projeto neste espaço, mas é uma iniciativa oficial de código aberto da Microsoft. Presumivelmente, a esperança da empresa é que os desenvolvedores de jogos se concentrem em um primeiro fluxo de trabalho do Direct3D/HLSL e que só depois possam focar em outras APIs gráficas, como OpenGL, Vulkan e Metal, mas não o contrário.


A ferramenta depende do DirectX Shader Compiler, da Microsoft, que também é open source e do SPIRV-Cross, do Khronos Group, para lidar com o SPIR-V. Curiosamente, o SPIRV-Cross parece fazer a maior parte do trabalho pesado do que o DirectX Shader Compiler, que emite a representação intermediária do SPIR-V antes de levá-lo para uma das linguagens de shaders do próprio Khronos Group, Metal ou mesmo para a segmentação HLSL do Direct3D 9/10/11.

O Shader Conductor ainda está nos seus estágios iniciais de desenvolvimento e seu código acabou de ser publicado há alguns dias no GitHub.


FONTE: Phoronix

Comentários