Vulkan deve ganhar nova extensão para ajudar com o desempenho do DXVK


No mês passado, a Vulkan ganhou uma extensão "não oficial" para que esforços como o DXVK possam suportar a funcionalidade Stream Output do Direct3D 11 com a API gráfica multiplataforma. Agora, outra nova extensão está sendo desenvolvida separadamente para ajudar a melhorar o desempenho ao executar jogos que antes eram exclusivos apenas do Windows no Linux.

De acordo com o site Phoronix, essa nova extensão, chamada VK_EXT_derivative_group_quad, permite que um driver Vulkan anuncie sua semântica derivada de maneira semelhante ao Direct3D. Existem diferenças entre as operações de descarte do OpenGL e da Vulkan com o Direct3D, assumindo que as derivadas são indefinidas após as operações de descarte, enquanto que o Direct3D as considera bem definidas.

Acontece que, o DXVK atualmente não descarta os shaders diretamente e isso pode levar a um desempenho ruim, com mais trabalho sendo executado do que o necessário, enquanto que com essa nova extensão, quando os drivers anunciam os grupos derivados, permite um comportamento mais eficiente.

O driver da Intel já possui uma implementação inicial desta nova extensão que ainda não foi publicada em uma atualização de especificação da Vulkan. Uma vez que a extensão é firmada, uma versão do DXVK atualizada será necessária para utilizar a novidade.


FONTE: Phoronix

Comentários