Para que seja amplamente usada na indústria, NVIDIA torna a engine PhysX open source


Pegando muitos de surpresa, a NVIDIA anunciou no início da semana que sua engine PhysX, amplamente usada por suas GPUs e pela tecnologia CUDA, agora é open source sob uma licença BSD de 3 cláusulas, incluindo o código de aceleração da GPU. A empesa agora espera que sua iniciativa estimule a adoção do PhysX em projetos de IA, pesquisa e outros campos.

Foi há uma década que a empresa adquiriu a engine da AGEIA Technologies, que na época estava trabalhando em Physics Processing Units. Desde então, PhysX foi usado, até mesmo, no desenvolvimento de diversos jogos AAA, como Batman: Arkham Knight, Call of Duty: Ghosts e Fallout 4.

Embora o PhysX seja mais associado à física acelerada por GPUs para jogos, a engine é muito mais do que isso, particularmente para a computação científica. É justamente por isso que a tecnologia teve seu código fonte aberto.

"Estamos fazendo isso porque a simulação de física — algo que também é uma peça chave para os jogos imersivos e entretenimento — acabou sendo mais importante do que imaginávamos. A simulação de física se encaixa com inteligência artificial, robótica e visão computacional, veículos autônomos e computação de alto desempenho", diz a NVIDIA.



Embora a NVIDIA seja frequentemente considerada pelos entusiastas e jogadores Linux uma empresa que não é muito fã do open source, não podemos deixar de concordar que a companhia tem tornado seus projetos open source nos últimos tempos, especialmente quando isso faz algum sentido para os negócios.

Alguns outros esforços recentes de código aberto da NVIDIA envolveram NVDLA, RAPIDS, o seu software DRIVE Studio, que formaria a base para o Qt 3D Studio, e outros projetos de software especializados.

O código do fonte do PhysX agora está disponível em um repositório no GitHub, que pode ser acessado através deste link.


FONTE: Phoronix

Comentários