GNOME Screencaster permitirá streaming de conteúdo via Wi-Fi para o Miracast


O desenvolvedor Benjamin Berg anunciou que está trabalhando no aplicativo Screencaster para permitir que os usuários façam transmissão de conteúdo audiovisual pelo Wi-Fi. Embora já seja possível transmitir pelo ambiente gráfico GNOME para dispositivos como o Chromecast através do VLC, o suporte ao Miracast não está em seu melhor momento devido ao uso dos codecs H.264 ou H.265, então o novo aplicativo vem para solucionar esse problema.

Em outra palavras, o GNOME Screencaster permitirá que você transmita o seu monitor para um dispositivo Miracast através de uma conexão Wi-Fi. O aplicativo usará o utilitário NetworkManager e deve requerer que uma conexão Wi‑Fi Direct seja estabelecida primeiro e um servidor RTSP (Real Time Streaming Protocol).

"Uma peça importante que faltava para os dispositivos Miracast é o suporte integrado para o Wi‑Fi Direct (também conhecido por Wi-Fi P2P) na nossa plataforma. Embora isso fosse suportado nas partes inferiores da pilha (Kernel e wpa_supplicant), nos faltavam os bits necessários no NetworkManager para ativar o uso no GNOME. Eu trabalhei em adicionar o suporte necessário e graças a Thomas Haller, isso agora foi implementado no NetworkManager 1.16", disse Benjamin Berg em seu anuncio.

Usando o GStreamer, o aplicativo será capaz de buscar o conteúdo da tela através do gerenciador de janelas Mutter, que é então codificado, o que é feito usando os codecs OpenH264 e Frauenhofer FDK ACC, e enviado para o dispositivo Miracast. O GNOME Screencaster também suportará o Wayland para streaming usando a API de Screencasting do Mutter.

Demorará um tempo até que a primeira versão estável do aplicativo esteja pronta, mas você pode testá-lo agora mesmo. Existem duas maneiras de fazer isso, e o mais fácil é instalando a aplicação a partir do repositório do desenvolvedor, se você estiver usando a versão mais recente do Fedora.

Se você não usa o Fedora, ao menos por enquanto, você terá que pegar o código fonte no GitHub e compilar o aplicativo na sua distribuição Linux favorita. Observe que você também precisará de uma versão de desenvolvimento recente do utilitário NetworkManager, os codecs OpenH264 ou x264, avenc_aac, FAAC ou fdkaacenc para suporte de áudio e, é claro, um dispositivo compatível com Miracast.


FONTE: Softpedia

Comentários