RPCS3: emulador de PlayStation 3 mostra mais progresso em seu mais recente relatório


A equipe por traz do "RPCS3" publicou mais um novo relatório para revelar mais detalhes sobre os trabalhos realizados no mês de dezembro de 2018 no emulador de PlayStation 3, além de mostrar o progresso impressionante que foi feito no final do ano passado. Entre os destaques, estão melhorias no desempenho e correções para "uma grande variedade de problemas gráficos que afetam vários títulos AAA".

"Além de nossos desenvolvedores em tempo integral, nossos colaboradores regulares também fizeram uma infinidade de melhorias para o preditor de cache de textura, emulação de cellCamera, suporte a controller/mouse, GUI e toneladas de correções de bugs", diz a equipe do RPCS3.

Em seu relatório, os desenvolvedores afirmam que foram corrigidos vários problemas em uma grande variedade de jogos. As correções envolvem coisas como saída de exibição e descompilação de shader, entre outras melhorias, que permitem beneficiar uma infinidade de títulos, incluindo games da série Gran Turismo:



Além disso, também foi implementado o recurso "Approximate xfloat", que permite que o recompilador SPU LLVM possa ter maior precisão e desempenho em comparação com o recompilador SPU ASMJIT por padrão. Com otimizações e correções adicionais, o recompilador SPU LLVM é configurado para se tornar o backend definitivo a ser usado no RPCS3. Entre os jogos beneficiados, estão God of War 3, Ninja Gaiden 2, Sly Cooper Thieves in Time, Ni No Kuni, Uncharted, Macross, Wipeout HD, Heavy Rain, Dante’s Inferno e Journey.



Os desenvolvedores do emulador também implementaram mais melhorias para controles, o que inclui o DualShock 4 e dispositivos XInput, e aprimoraram o suporte para o mouse. Outra boa notícia é que agora é possível aplicar configurações feitas no controle enquanto se está jogando.

"Também é possível alternar de um back-end de controle para outro sem interrupções, por exemplo, comutando do controle do Xbox One para o teclado e mouse. Depois que os usuários fizerem as alterações necessárias, eles podem simplesmente clicar em salvar na caixa de diálogo de configuração do Pad e as novas configurações serão imediatamente aplicadas ao jogo", explicam os desenvolvedores.

Outra novidade é que o status da conexão do controle será mostrado no log para que os usuários possam ver claramente se seu periférico foi detectado pelo emulador quando conectado. No caso dos joysticks estarem desconectados, nenhum remapeamento será permitido para preservar as configurações salvas. Qualquer reatribuição de botão que estivesse sendo feita durante essa desconexão, também não será salva. Segundo a equipe por traz do emulador, isso pode evitar erros acidentais.

Para mais detalhes, não deixe de conferir o relatório oficial dos desenvolvedores do RPCS3 sobre os trabalhos realizados no mês de dezembro de 2018, clicando aqui.


FONTE: RPCS3 Blog

Comentários