BattlEye diz estar trabalhando com a Valve para suportar o Steam Play


Atualmente, jogos como DayZ, Rainbow Six Siege, PLAYERUNKNOWN'S BATTLEGROUNDS e muitos outros podem não ser totalmente jogáveis ​​no Linux com o Steam Play por conta do seu sistema de anti-cheat BattlEye que, embora proteja as desenvolvedoras de games com multiplayer online de trapaças, é uma verdadeira pedra no sapato para quem deseja rodar games no Linux com o Wine ou Proton, da Valve.

Isso acontece porque o BattlEye apenas suporta jogos que contam com versão nativa para Linux, mas não os títulos executados com o Steam Play. Felizmente, parece que esse problema deve acabar em um futuro não muito distante, já que o BattlEye afirmou estar trabalhando com a Valve para suportar o Steam Play (Proton).

A informação vem do site GamingOnLinux, que entrou em contato com a desenvolvedora de anti-cheat para verificar algumas informações recentemente publicadas no Reddit. A empresa respondeu com o seguinte: "Atualmente nós não suportamos oficialmente o Wine, mas estamos trabalhando com a Valve para adicionar suporte ao Proton (SteamPlay) no Steam".

Esta não é a primeira vez que a Valve procura alguma desenvolvedora de anti-cheat para adicionar suporte ao Steam Play. No mês de fevereiro, a Easy Anti-Cheat revelou também no Reddit estar trabalhando com a empresa de Gabe Newell para tornar compatível com o Steam Play a sua tecnologia para combater hackers e trapaças em jogos multiplayer de PC.

Ter esses sistemas de anti-cheat oficialmente suportados pelo Steam Play/Proton      recurso que pode vir também para o Wine      será uma grande vitória para os jogadores Linux, especialmente quando você pode ter grandes títulos rodando na sua distribuição Linux favorita.


FONTE: GamingOnLinux
Tags :
Comentários