Debian 10 ''Buster'' trará o Wayland por padrão no lugar do X.Org Server, mas isso pode mudar


Se os planos atuais não mudarem, a próxima versão do Debian 10 "Buster" irá fornecer um desktop padrão do GNOME Shell rodando sobre o Wayland, mas esta pode ser uma realidade ainda distante, já que um desenvolvedor do Debian está sugerindo que a experiência pode não ser boa o suficiente para a próxima versão, com o X.Org Server ainda sendo a melhor opção.

Enquanto algumas distribuições Linux como o Fedora e o recém-lançado RHEL 8 são padronizadas para o GNOME com Wayland, outras como o Ubuntu estão preferindo oferecer o GNOME com X.Org, ao menos por enquanto, devido a bugs envolvendo o Wayland e problemas de compatibilidade com driver de vídeo, por exemplo. Com o Debian Buster, a ideia seria seguir o conselho da equipe GNOME, onde a sessão Wayland deveria ser o padrão no lugar do X.Org Server.

Contudo, o desenvolvedor Jonathan Dowland, do Debian, entretanto, expressou preocupações nesta sexta-feira (10) que a decisão de usar o Wayland no lugar do X.Org não seguiu a mesma abordagem quando o projeto decidiu debater os sistemas init e finalmente decidiu adotar o systemd.

"Mas em um contexto mais amplo do que apenas a comunidade GNOME, ainda há problemas a serem resolvidos. Isso tudo chamou minha atenção porque durante algum tempo o popular gerenciador de pacotes Synaptic foi retirado do Debian por não funcionar com o Wayland. Esse bug agora foi resolvido para evitar a remoção (embora ainda não seja funcional em um ambiente Wayland). Tilda também correu o risco de ser removida sob o mesmo raciocínio, e pode haver mais desses pacotes que eu não conheço", explica Jonathan Dowland.

Em seus testes recentes com o Debian Buster executando o ambiente gráfico GNOME com o Wayland, o desenvolvedor também descobriu alguns "bugs bastante sérios" em torno de problemas de arrastar e soltar e o gerenciador de sessão bloqueando o desktop caso o disco raiz fica cheio.

"Acho que devemos usar o padrão GNOME/Xorg para o Buster e levar o padrão Wayland para o próximo lançamento. Se estivermos claros que esta é uma meta de lançamento, esperamos poder obter um envolvimento e testes mais amplos do projeto e garantir que todo o ecossistema Debian seja mais integrado, além de uma experiência sólida", disse o desenvolvedor.

Mais detalhes podem ser conferidos no blog oficial de Jonathan Dowland, clicando aqui. Resta saber se isso vai ter alguma ação sobre a mudança para o Wayland, mas o desenvolvedor espera que pelo menos mais usuários do Debian possam começar a testar o GNOME com Wayland para enviar ainda mais feedback para o projeto.


FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários