Lançado o DXVK 1.1.1 com mais correções e melhorias de desempenho


Foi lançado no último sábado (5) o DXVK 1.1.1, que chega trazendo mais aprimoramentos, além de corrigir diversos problemas relatados pelos jogadores. Entre os destaques, estão otimizações no uso da VRAM, melhor consistência no frame time e correção para um problema que poderia levar o triple buffer a não funcionar corretamente, o que deve beneficiar Assassin's Creed Unity e outros jogos.

Além disso, também há melhor suporte para configurações específicas por jogo, com o arquivo dxvk.conf agora podendo ser limitado a apenas um único executável, o que permite o uso de um arquivo de configuração global em vez de um arquivo por game.

Para melhorar o desempenho dos títulos desenvolvidos com a Unreal Engine 4 e outras engines, o DXVK 1.1.1 também traz uma reimplementação de de consulta para permitir uma melhor utilização da GPU. Segundo as notas de lançamento, "como esse é um recurso de API amplamente usado, essa alteração pode afetar muitos jogos".

Contudo, Philip Rebohle, desenvolvedor e líder do projeto DXVK, também destaca que, para um melhor desempenho, tanto a versão do Wine como a do driver de vídeo devem suportar a extensão Vulkan VK_EXT_host_query_reset, que está disponível a partir do Wine 4.5 e Proton 4.2. Ele também destaca que é necessário ter o Mesa 19.1 (ainda em desenvolvimento) para GPUs da AMD ou Intel ou o driver NVIDIA 418.52.05 Beta instalado para placas GeForce GTX/RTX.

"Sem essa extensão, certos jogos, como o Quake Champions, podem ter um desempenho significativamente pior do que com o DXVK 1.0!", disse Philip Rebohle.

Por último, mas não menos importante, também foram adicionadas correções para os jogos Space Engineers, NieR: Automata, Sekiro: Shadows Die Twice e SpellForce 3, bem como melhor compatibilidade com a implementação do Direct2D do Wine e correção para os locais de amostra MSAA incorretos no código do shader. Para mais detalhes técnicos, não deixe de conferir o anúncio oficial, clicando aqui.


FONTE: DXVK/GitHub
Tags :
Comentários