Mesa 19.2 está cada vez mais próximo do suporte para o OpenGL 4.6 com GPUs Intel


No final deste mês fará dois anos desde o lançamento oficial do OpenGL 4.6 e, à frente dessa data, parece que o Mesa finalmente conseguirá completar sua implementação da API gráfica, pelo menos no que diz respeito ao suporte de driver gráfico open source da Intel. Acontece que a pilha gráfica está a apenas seis patches do OpenGL 4.6!

Em outras palavras, após a implementação dos recentes patches relacionados com o SPIR-V, restam apenas cinco patches, além do sexto que atualiza a documentação e lança o OpenGL 4.6 para o driver Intel i915, presente na pilha gráfica Mesa. Algumas correções ainda restantes referem-se ao trabalho de vértice para a base do Mesa.

A mudança já vem sendo preparada há algum tempo, mas espera-se que este suporte ao OpenGL 4.6 no Linux para GPUs Intel (via MR #178) seja implementado nos próximos dias, considerando todo o trabalho do SPIR-V que também está chegando.

O ciclo de desenvolvimento do próximo Mesa 19.2 deve entrar na faze "feature freeze", onde novos recursos não são mais implementados, mas apenas correções de bugs, por volta de 6 de agosto, portanto ainda há tempo para ver esse suporte OpenGL 4.6 se materializar para esta atualização trimestral da pilha gráfica e para marcar dois anos desde que a especificação OpenGL 4.6 foi publicada.

Tá, mas como ficam as coisas para GPUs AMD?

No momento, ainda não há sinais da adição do suporte para o OpenGL 4.6 no driver RadeonSI, da AMD, porém, com as mais recentes implementações de patches, isso fica cada vez mais próximo. Ultimamente, os trabalhos para implementar o suporte para SPIR-V vem progredindo bem e, por isso, o RadeonSI começou a alavancar o NIR para aproveitar os caminhos de código existentes.

Mas se o RadeonSI também terá suporte para OpenGL 4.6 no Mesa 19.2, isso provavelmente se resume ao quanto o desenvolvedor Marek Olšák, da AMD, pode ser rápido. Da mesma forma, esperamos que o driver Intel Iris não fique muito atrás do suporte ao OpenGL 4.6, graças aos avanços que já foram feitos no código NIR/SPIR-V que o atual driver i915.

Os drivers do Mesa foram rápidos em suportar muitas das novas extensões exigidas pelo OpenGL 4.6, mas foi a adição do suporte para SPIR-V, como parte da interoperabilidade Vulkan, que levou a maior parte destes dois anos para preparar a pilha gráfica Mesa para novas tecnologias.


FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários