Driver para GPUs Radeon ''AMDGPU'' suportará re-clock da memória para configurações multi-monitor


Atualmente, o driver de DRM (Direct Rendering Manager) do kernel Linux "AMDGPU" para GPUs AMD Radeon não ajusta automaticamente as velocidades de clock da memória de vídeo quando o usuário possui configuração de multi-monitor, já que é mais complicado lidar normalmente com o escaneamento de duas ou mais telas.

Mas um conjunto de patches, que atualmente ainda se encontra em sua fase experimental, permitirá suporte a comutação de clock da memória em configurações de vários monitores com o código de exibição AMDGPU DC (anteriormente conhecido como DAL).

O desenvolvedor Alex Deucher, da AMD, enviou hoje as correções para os drivers do kernel para permitir a troca de clock da memória e o suporte ao re-clocking para configurações de vários monitores, desde que as telas sejam sincronizadas. Alex explicou com os quatro patches o seguinte: "Este conjunto de correções permite a comutação mclk com múltiplos monitores quando todos os monitores são sincronizados. Normalmente, a comutação mclk não está disponível com vários monitores porque a temporização do vblank não está alinhada. No entanto, se a temporização for idêntica, o driver de exibição poderá sincronizar as exibições em alguns casos."

Atualmente, os clocks da memória de vídeo ficam presos às velocidades mais altas quando o usuário usa uma configuração multi-monitor, enquanto esses novos patches permitirão baixar o clock quando for possível economizar energia, semelhante ao comportamento em configurações com um único monitor quando não é preciso se preocupar com a sincronização da tela.

Inicialmente, esta nova funcionalidade será desativada por padrão, já que é considerada experimental, porém, os usuários interessados em testar a novidade podem usar o parâmetro de kernel amdgpu.dcfeaturemask=2, uma vez que esse suporte chegue com o Linux Kernel 5.4 ou versão posterior.


FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários