Lançado o NVIDIA 435.17 Beta com suporte aprimorado para laptops com gráficos híbridos


Se você é daqueles que possuem notebook com GPU dedicada da NVIDIA, ou seja, com tecnologia Optimus, temos uma boa notícia para você: a empresa lançou mais uma nova versão beta do seu driver de vídeo, que entre as novidades está o suporte aprimorado para PRIME/multi-GPU, com funcionalidade semelhante com a dos drivers open source.

Acontece que o driver NVIDIA 435.17 Beta possui uma nova implementação de transferência de renderização PRIME suportada com Vulkan e OpenGL (com GLX), permitindo que o usuário possa usar os gráficos integrados do processador do laptop (iGPU) para exibir o vídeo na tela, enquanto que a GPU discreta (dGPU) faz a renderização real secundária, por exemplo, de um jogo, como é comum em muitos dos notebooks topo de linha que possuem gráficos integrados da Intel juntamente com uma GPU NVIDIA GeForce.

E outras palavras, é possível ter todo o desktop sendo renderizado com os gráficos integrados (como deve ser), enquanto escolhe-se quais aplicativos a GPU mais poderosa presente no notebook deve renderizar, o que deve resultar em uma melhor vida útil da bateria (já que a dGPU estará, obviamente, desligada quando não estiver sendo usada) e mais desempenho, isso sem precisar reiniciar o sistema operacional ou fazer logoff do usuário para ter a GPU NVIDIA funcionando.

Como mencionado no início do artigo, o novo recurso funciona de forma semelhante ao que já acontece com os drivers open source, sendo necessário usar uma variável de ambiente, que no caso é a    __NV_PRIME_RENDER_OFFLOAD=1   , para determinar quais aplicativos desem ser executados com a GPU discreta. Por exemplo, para abrir o navegador Firefox com a dGPU, basta executar:    __NV_PRIME_RENDER_OFFLOAD=1 firefox   .

Para suportar o recurso, também é exigido que alguns patches sejam implementados no X.Org Server, que infelizmente não estão em nenhuma versão estável já lançada, mas estarão no próximo X.Org Server 1.12. Felizmente, a NVIDIA está fornecendo um novo PPA para o Ubuntu (que também pode ser usado em distribuições Linux derivadas, como o Linux Mint) com uma build já pronta do X.Org Server. Mais detalhes podem ser encontrados na documentação oficial do driver, clicando aqui.

O novo driver NVIDIA 435.17 Beta também possui suporte experimental para gerenciamento de energia D3 (RTD3) em tempo de execução para GPUs Turing de notebooks, uma variedade de correções de bugs, suporte para alterar o hardware Digital Vibrance on Turing e foi removido o suporte para instalações "non-GLVND".

Para mais detalhes sobre o NVIDIA 435.17 Beta, não deixe de conferir o anúncio oficial. Você também encontrará links para download do driver.


FONTE: Phoronix | NVIDIA
Tags :
Comentários