Drivers Vulkan do Mesa agora devem identificar a engine dos jogos para aplicar correções


Atualmente, os drivers OpenGL e Vulkan presentes na pilha gráfica Mesa contam com nomes de executáveis ​​correspondentes de programas e jogos para poder aplicar soluções alternativas específicas para cada software. Porém, com a Vulkan como parte das informações de criação da instância e com o VkApplicationInfo, é possível anunciar opcionalmente a engine de renderização e a versão em uso, o que pode permitir o uso de soluções mais uniformes.

Em outras palavras, em vez de precisar corresponder e aplicar soluções alternativas a cada jogo específico, no caso de defeitos amplos da engine usada no desenvolvimento do título, os drivers Vulkan RADV (AMD) e ANV (Intel) introduziram a infraestrutura para rastrear o nome e a versão da engine, permitindo que as soluções alternativas sejam aplicadas nesse nível mais, em vez de apenas em cada nome de executável.

A infraestrutura DriConf, que agora será usada também para capturar o nome e versão das engines de jogos, foi adicionada nesta manhã de domingo (15), cortesia da Intel, para que novas entradas DriConf possam ser adicionadas para vinculação a uma engine específica.

Em seguida, foi adicionada uma solução inicial para a aplicação em todos os jogos da Unreal Engine 4 para usar a extensão Vulkan VK_X11_strict_image_count. Isso deve ajudar resolver alguns problemas com jogos da UE4 que não iniciam com os drivers Vulkan do Mesa.


FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários