AMD está preparando melhorias no gerenciamento de energia para suas GPUs mais antigas


Muitos consideram que as placas de vídeo Radeon envelhecem bem e isso não à toa. Os desenvolvedores da AMD trabalhando nos seus drivers de vídeo open source para Linux estão implementando o suporte para o recurso BACO (Bus Active Chip Off) para a série Radeon R7/R9 200 (Sea Islands) e Radeon R5/R7/R9 (Volcanic Islands).

O BACO, que é mais conhecido por AMD ZeroCore Power, possui como principal finalidade a economia de energia, permitindo desligar boa parte da GPU durante períodos inativos, a fim de reduzir o consumo de energia. Atualmente, existe suporte para o recurso no Linux apenas para hardwares mais recentes da AMD, enquanto agora o BACO está sendo ativado para chips GCN mais antigos.

O objetivo, neste momento, ainda não é ajudar na eficiência da economia de energia das GPUs, mas de usar o recurso para a funcionalidade de redefinição da GPU. Contudo, a função de economia de energia será habilitada com um novo conjunto de patches adicionais no futuro, mas pelo menos essa é uma boa notícia para a funcionalidade de redefinição de GPU no driver de vídeo da AMD para Linux com essas gerações mais antigas de GPUs.

"BACO foi concebido como um recurso de economia de energia, mas também o usamos para redefinir uma vez que o chip é desligado. Esses patches são um pré-requisito para o uso do BACO como um recurso de economia de energia, que virá com um outro conjunto de patches", explicam os desenvolvedores.

As melhorias no gerenciamento de energia também devem beneficiar laptops com gráficos híbridos que possuem dGPU AMD. Mais detalhes podem ser encontrados no anúncio oficial, clicando aqui.


FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários