Port para Linux de Middle-earth: Shadow of Mordor agora possui suporte para a Vulkan


Pegando todos de surpresa, a Feral Interactive, desenvolvedora responsável pela chegada de diversos jogos AAA na plataforma Linux, atualizou seu port de Middle-earth: Shadow of Mordor, lançado no sistema do pinguim em 2015, com suporte beta para a Vulkan. De acordo com testes de desempenho realizados pelo site GamingOnLinux, há um aumento significativo na performance do game quando comparado com o OpenGL.

A configuração da máquina realizada nos benchmarks inclui um processador Intel Core i7-5960X e uma placa de vídeo NVIDIA 2080 Ti com o driver 430.40. Segundo o site, todos os testes foram feitos em 1080p e 4K, com os resultados do Steam Play sendo obtidos usando o Proton foi 4.11-7.



Os resultados mostram como a plataforma Linux realmente pode ter um bom desempenho nos jogos com a Vulkan. A diferença de desempenho é significativamente maior quando comparada com o OpenGL e, mesmo quando comparado ao Steam Play, os testes mostram que uma versão otimizada para o Linux pode ser altamente competitiva e vale a pena. Os resultados são ainda mais interessantes com o recurso "Ambient Occlusion" do game desabilitado:


Para experimentar a novidade, basta acessar as propriedades do jogo no Steam e, na aba Beta, escolher a opção "linux_vulkan_beta", como mostrado na imagem logo abaixo:


Atualmente, todos os ports lançados pela Feral Interactive para Linux fazem uso da Vulkan. Com Middle-earth: Shadow of Mordor, a desenvolvedora parece estar fazendo o mesmo que fez anteriormente com Mad Max, fornecendo uma versão beta co suporte para a Vulkan, enquanto recebe feedback da comunidade.

Alguns de seus títulos mais antigos usando o OpenGL certamente também poderiam se beneficiar de uma versão Vulkan, como é o caso de Deus Ex: Mankind Divided. Trabalho absolutamente fantástico da Feral Interactive.
Tags :
Comentários