Lançado o Linux Kernel 5.9 com suporte inicial para GPUs AMD RDNA 2



Foi lançado no último domingo (11) o Linux Kernel 5.9, que chega para trazer suporte para as mais recentes tecnologias de hardware, como é o caso do suporte inicial para as futuras placas de vídeo da AMD com arquitetura RDNA 2, as Radeon RX 6000, bem como suporte inicial para os gráficos Intel Rocket Lake, suporte para Zoned Namespace (ZNS) com NVMe e várias outras melhorias relacionadas com armazenamento.

Outra mudança importante é o suporte para instruções FSGSBASE, recurso que esteve em desenvolvimento nos últimos 5 anos e que promete oferecer um bom aumento de desempenho com CPUs suportados da Intel e AMD, ajudando a mudar de contexto pesadas cargas de trabalho como de I/O e permitindo que softwares de espaço do usuário grave no GSBASE x86_64 sem interação de kernel. Isso, por sua vez, tem sido do interesse, por exemplo, de desenvolvedores Java.

Além disso, dispositivos ARM/ARM64 agora são padronizados para o modo de escalonamento de frequência da CPU "Schedutil" para fazer uso de informações de utilização do planejador para tomar decisões de estado de desempenho de CPU mais precisas, semelhante ao Intel P-State.

A nova versão do kernel também habilita o Peer-to-Peer DMA (P2PDMA) para todas as CPUs AMD com arquitetura Zen e mais recentes para acesso direto à memória ponto a ponto entre vários dispositivos PCI Express e suporte para o Intel Keem Bay, um SoC construído com processadores Arm Cortex A53 e Intel Movidius Vision Processing Units (VPUs) desenvolvido graças a aquisição da Movidius pela Intel para computação de IA de ponta.

Com o lançamento do Linux Kernel 5.9, são iniciados os trabalhos no desenvolvimento do próximo Linux Kernel 5.10, que deve contar com mais aprimoramentos para novos hardwares.


FONTE: Phoronix | LKML
Tags :
Comentários