Mesa 20.3 contará com otimizações de cache L3 para CPUs AMD Ryzen

Em meados de setembro de 2018, a AMD deu início a alguns trabalhos de otimização para o conjunto gráfico Mesa com foco especialmente nos processadores AMD Ryzen, principalmente para garantir um melhor manuseio do design de cache L3 de CPUs com arquitetura Zen. Agora, uma implementação reescrita disso chegou na versão de desenvolvimento do Mesa 20.3, juntamente com algumas outras melhorias. Acontece que o desenvolvedor Marek Olsak, da AMD, responsável pela otimização, descobriu que seu código de topologia de cache L3 estava incorreto e acabou reescrevendo-o para "tornar o Mesa com CPU AMD mais rápido". O código é destinado aos processadores AMD Ryzen, mas também é possível que os sistemas Intel Xeon/multi-CPU possam empregar uma otimização semelhante, caso alguém esteja interessado em realizá-la. O novo código preparado por Marek também faz mudanças em torno da otimização de fixação de cache L3 para threading com OpenGL (recurso chamado de "glthread") para que seja mais eficaz. Em termos de otimização envolvendo o glthread, em um Ryzen 9 3900X houve uma melhoria de 33% encontrada pelo desenvolvedor em um cenário de melhor caso absoluto se o agendador de CPU do kernel não mover o thread principal com muita frequência. As mudanças também incorporam afinidade de thread independente do sistema operacional e obtém funções de CPU que funcionam até no Windows agora para portabilidade de código. Essas otimizações para CPUs AMD Ryzen retrabalhadas estão agora na versão de desenvolvimento do Mesa 20.3 com excelente tempo antes da disponibilidade da série AMD Ryzen 5000 na próxima semana. A versão final do Mesa 20.3 deve chegar em meados de dezembro, junto com muitos outros novos recursos e otimizações. FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários