Driver gráfico Vulkan do Linux para laptops ARM terá melhor suporte para o DXVK

Não é comum vermos jogos do Windows rodando no Linux em notebooks equipados com chip Qualcomm, pois seria necessário usar soluções como o Hangover para executar títulos do Windows x86_64 em dispositivos ARM. Felizmente, isso parece estar mudando, com o "Turnip", driver Vulkan disponível no Mesa, recebendo um recurso necessário para ser capaz de executar o DXVK com o nível de recursos do Direct3D 10_1 (v10.1). O colaborador de longa data do Mesa, Connor Abbott, foi quem adicionou suporte para fluxos de geometria ao driver Vulkan de código aberto Turnip para hardware Qualcomm Adreno. O Turnip continua sendo o driver Vulkan não oficial e de código aberto da Qualcomm, assim como o Freedreno é para o OpenGL. O suporte de fluxos de geometria depende também de alguns recentes registros de engenharia reversa com a GPU Adreno. De acordo com Connor, o suporte para fluxos de geometria no driver é extremamente necessária para o DXVK para expor o nível de recursos do Direct3D 10_1, permitindo executar o Direct3D 10 sobre a Vulkan em laptops ARM. Depois que a solicitação de adição da mudança foi aberta no mês passado, ela agora foi implementada na versão de desenvolvimento do Mesa 20.3 a tempo do lançamento oficial. Será interessante ver se os notebooks Qualcomm por aí rodando Linux com driver Turnip e Hangover podem realmente levar a uma configuração de jogos Linux leve e de baixo custo no devido tempo, uma vez que a pilha de software esteja mais madura. FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários