Mostrando postagens com marcador Hardware. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Hardware. Mostrar todas as postagens

Em sua mas recente publicação no site Medium, a Atari anunciou que o seu próximo console, o Atari VCS, que antes tinha data marcada para chegar na metade do ano, terá seu lançamento adiado. Isso também significa que, a queles que apoiaram a (muito bem sucedida) campanha de crowdfunding no IndieGoGo, não receberão seus videogames até o final de 2019, no mínimo.

Depois de atualizar os laptops "Darter Pro" e "Serval WS" com GPUs NVIDIA RTX, a System76, fabricante norte-americana de computadores com Linux, agora vai lançar também uma nova versão de seu laptop Oryx Pro com GPUs GeForce RTX série 20, bem como modelos com telas, memória e armazenamento maiores, melhores alto-falantes e suporte para alternar entre os gráficos NVIDIA e Intel para otimizar a duração e o desempenho da bateria.

A NVIDIA anunciou hoje, 22 de fevereiro, o lançamento da GeForce GTX 1660 Ti, que conta com uma GPU que oferece as novas tecnologias da arquitetura Turing, porém, não traz os núcleos tensores e RT, usados nos modelos RTX para entregar o DLSS e o Ray Tracing, sendo um produto voltado ao 1080p com altíssima taxa de quadros. Aproveitando a ocasião, a empresa lançou também uma nova versão do seu driver de vídeo para Linux.

Um novo projeto de código aberto tem como objetivo levar o Ubuntu totalmente funcional para laptops ARM com processadores Qualcomm Snapdragon, como os dispositivos HP Envy x2 e Asus NovaGo. Apesar de inovadores e de oferecerem uma bateria de longa duração, esses notebooks têm sido criticados por usuários e blogueiros técnicos por serem lentos.

A System76, fabricante norte-americana de computadores especializada na venda de laptops, desktops e servidores com Linux, anunciou que o Serval WS, seu mais poderoso modelo de notebook, receberá uma grande atualização em seu hardware, passando a contar com GPUs NVIDIA GeForce RTX série 20, bem como com processadores Intel de 9ª geração e telas 4K QFHD.

A Raspberry Pi Foundation revelou hoje a próxima geração de seu Raspberry Pi Compute Module 3 (CM3), que conta com maior desempenho e mais armazenamento do que a série anterior. O novo dispositivo segue os passos da série anunciada em janeiro de 2017, oferecendo aos proprietários dos pequenos computadores Linux um SBC (Single-board Computer) de uso geral, econômico e muito mais simples.

Um ano após o lançamento da mais recente edição para desenvolvedores do Dell XPS 13 (modelo 9370) em janeiro de 2018, uma nova versão do notebook (modelo 9380) está agora à venda nos EUA, Canadá e Europa na loja online da Dell e em varejistas. O laptop vem com o sistema operacional Ubuntu, da Canonical, já pré-instalado.

A fabricante de computadores Entroware, sediada no Reino Unido, lançou o Hades, seu mais recente e poderoso desktop com processador AMD, sendo perfeito, por exemplo, para Deep Learning, mas também para businesses, laboratórios científicos e estúdios de animação. A máquina pode conseguir tudo isso graças aos processadores Ryzen Threadripper de 2ª geração com até 32 núcleos e 64 threads.

Conhecida por fabricar e vender laptops voltados para segurança e privacidade, com Linux já pré-instalado, mais precisamente o PureOS, a Purism anunciou hoje, 14 de janeiro, que os modelos de notebooks Librem 13 e Librem 15 foram atualizados para os processadores Intel de 7ª geração Core i7-7500U, que possui boost clock de até 3.50GHz, 2 núcleos e 4 threads, além do Intel HD Graphics 620.

A AMD aproveitou sua conferência na CES 2019 para falar um pouco mais sobre os seus próximos processadores, chips que fazem uso da arquitetura Zen 2 com fabricação em 7nm. Durante sua apresentação, a empresa também destacou que essas serão as primeiras CPUs do mundo nessa litografia para consumidores domésticos, com o EPYC Rome com foco na indústria, obviamente. A companhia também fez uma rápida demonstração comparando no Cinebench um Ryzen de 3ª geração com um Core i9-9900K no clock padrão.

A Purism compartilhou sua mais recente atualização sobre o progresso que está sendo feito no Librem 5, smartphone baseado no Linux e voltado para a segurança e privacidade que está previsto para começar a ser vendido nos próximos meses. Conforme foi anunciado em dezembro, os kits de desenvolvimento do dispositivo já foram enviados.

Durante sua apresentação na CES 2019, a AMD anunciou a GPU Radeon VII (Radeon Seven), sua nova geração de GPUs Vega fabricadas no processo de 7nm para o público gamer, com a promessa de oferecer partidas em 4K nos games AAA mais modernos. Para demonstrar o potencial da sua nova placa de vídeo, a empresa também fez uma demonstração com Devil May Cry 5 e The Division 2 na resolução 4K e, pelo o que foi percebido, os títulos estavam a acima dos 60fps.

Durante sua conferência na CES 2019, a Intel fez alguns anúncios interessantes e soltou algumas outras novas informações sobre seus próximos produtos, algumas das quais também foram abordadas no evento Intel Architecture Day do mês passado na Califórnia, mas que estava até agora sob NDA (Non-Disclosure Agreement ou acordo de não divulgação, em tradução livre).

A NVIDIA anunciou que vai suporta a tecnologia VESA Adaptive Sync em suas placas de vídeo GeForce. Enquanto a empresa tem promovido sua própria solução proprietária, o G-SYNC, para se livrar do screen tearing (rasgo de tela), a AMD tem oferecido o FreeSync, uma alternativa mais aberta. Isso tem dividido o mercado e torna as coisas mais difíceis para os consumidores.

Antes da sua grande apresentação na CES 2019, feira de eletrônicos que acontece do dia 8 ao dia 11 de janeiro, a AMD decidiu anunciar oficialmente sua nova linha de processadores mobile, que é a série Ryzen 3000 de segunda geração com gráficos integrados Vega. Os modelos variam do Athlon 3000U de 2 núcleos e 4 threads com TDP de 15W e clock boost de 3.3GHz até o Ryzen 7 3750H a 4 núcleos e 8 threads com clock boost de 4.0GHz ( 2.3GHz) e um TDP de 35W.

Desde o início deste ano, o driver que lida com GPUs modernas da AMD no Linux, chamado AMDGPU, suporta a Vega M      o chip gráfico Radeon encontrado nos processadores Intel Kabylake-G e sob a marca Vega M GL e Vega M GH. Recentemente, foi adicionado no driver outro novo PCI ID, sugerindo que a Intel poderá lançar em breve uma nova CPU com gráficos Radeon Vega M onboard.

Embora seja ótimo que a Dell ofereça a possibilidade de ter o Ubuntu pré-instalado em alguns dos seus determinados sistemas, uma de suas deficiências é que a empresa geralmente é lenta em suportar novos lançamentos do Ubuntu LTS. Pelo menos antes de terminar o ano, para alguns notebooks Dell Precision, a fabricante finalmente mudou para o Ubuntu 18.04 LTS.

Com base nas novas e mais potentes placas ARM de 64 bits com SoC i.MX8, ao invés do mais lento i.MX6, o kit de desenvolvimento do Librem 5 logo chegarão às mãos dos primeiros usuários, já que a Purism precisa de toda a ajuda da comunidade para continuar e acelerar o desenvolvimento do seu smartphone, que possui como foco a privacidade, além de ser baseado no Linux.

Bem a tempo para o Linux Kernel 4.21, os desenvolvedores do Nouveau, driver open source que lida com GPUs da NVIDIA na plataforma Linux, já publicaram o código inicial com base em engenharia reversa para suportar as GPUs "Turing", ou seja, as GeForce RTX. Contudo, antes que você fique muito animado, é importante ressaltar desde o início que ainda não há aceleração de hardware da GPU.

Embora estejamos ansiosos pela nova arquitetura Navi, da AMD, que deve chegar em meados de 2019, parece que a família Vega pode estar crescendo e recebendo novos lançamentos em breve. Depois de finalizar o suporte para a recém-lançada Radeon RX 590 no Linux, parece que a empresa pode ter incluído uma nova GPU Vega 20 no pipeline, bem como vários novos "Stock Keeping Unit" (Unidade de Controle de Estoque) relacionados com a Vega 10.