Mostrando postagens com marcador Notícia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Notícia. Mostrar todas as postagens

Foi lançado na última quinta-feira (16) a versão beta do KDE Plasma 5.16 co diversos aprimoramentos e novidades em muitos dos aplicativos integrados, bem como sob o capô, para tornar a experiência dos usuários com o ambiente gráfico melhor, mais estável e mais agradável. Um dos destaques é o sistema de notificações, que foi completamente renovado.

A NVIDIA lançou recentemente mais uma nova versão do seu driver de vídeo, a 430.14, que chega trazendo vários aprimoramentos, correções e melhorias de desempenho, este último especialmente para DiRT 4, que foi portado no mês passado para Linux pela desenvolvedora Feral Interactive para plataformas Linux, bem como para Wolfenstein II: The New Colossus, que pode ser executado pelo Steam Play.

Atualmente, jogos como DayZ, Rainbow Six Siege, PLAYERUNKNOWN'S BATTLEGROUNDS e muitos outros podem não ser totalmente jogáveis ​​no Linux com o Steam Play por conta do seu sistema de anti-cheat BattlEye que, embora proteja as desenvolvedoras de games com multiplayer online de trapaças, é uma verdadeira pedra no sapato para quem deseja rodar games no Linux com o Wine ou Proton, da Valve.

A Valve lançou na última quarta-feira (15) mais uma nova atualização beta do cliente Steam, que chega trazendo várias novidades, o que inclui a capacidade de fazer o download de toda a coleção de pipelines Vulkan para os jogos, não ficando limitado apenas aos shaders do OpenGL. A mudança é possível graça a um retrabalho no sistema de shaders.

Foi lançado recentemente o DXVK 1.2, que chega trazendo mais correções e novos recursos para aqueles que desejam executar jogos Direct3D 10/11 do Windows sobre a Vulkan no Linux usando o Steam Play (Proton), da Valve, ou Wine. Desta vez, entre as novidades está o suporte para extensões do D3D11 de diferentes fornecedores e drivers.

O novo driver Gallium3D da Intel para o OpenGL já consegue oferecer um bom desempenho para os usuários Linux quando comparado com o driver "clássico" da pilha gráfica Mesa, mas ainda há vários outros recursos a serem adicionados antes que o driver, chamado "Iris", possa se tornar o novo padrão. Uma das novas funcionalidades é a capacidade de recuperação de falhas da GPU.

Menos de uma semana após o lançamento do D9VK 0.10, a implementação criada especialmente com o objetivo de rodar o Direct3D 9 sobre a Vulkan no Linux acaba de ganhar uma nova versão, a 0.11, que chega trazendo mais melhorias no desempenho e várias correções que devem permitir que você possa executar ainda mais jogos que fazem uso do D3D9 na sua biblioteca de games.

Se os planos atuais não mudarem, a próxima versão do Debian 10 "Buster" irá fornecer um desktop padrão do GNOME Shell rodando sobre o Wayland, mas esta pode ser uma realidade ainda distante, já que um desenvolvedor do Debian está sugerindo que a experiência pode não ser boa o suficiente para a próxima versão, com o X.Org Server ainda sendo a melhor opção.

Você pode pegar gratuitamente uma cópia do jogo Age of Wonders III agora mesmo através da Humble Store. Mas é por tempo limitado, então corra! Para conseguir a sua chave de graça, basta acessar a página do game na loja, fazer login ou criar uma conta, caso ainda já não tenha, e clicar no botão "GET THE GAME". A empresa enviará uma chave da Steam para o seu email.

Foi lançado hoje, 9 de maio, o "Radeon Pro Software for Enterprise 19.Q2 for Linux" como a mais nova atualização de driver híbrido para a plataforma Linux com gráficos AMD Radeon Pro (e consumidor), visando aumentar o desempenho em relação ao hardware NVIDIA Quadro. Atualmente, segundo a empresa, é possível obter mais desempenho, melhor suporte para projetos críticos e mais poder em workstations.

O projeto "KWin-lowlatency" é um fork independente do gerenciador e compositor de janelas KWin, com o objetivo de fornecer menas lentidão e menor latência para uma experiência mais ágil com o ambiente gráfico KDE Plasma. O trabalho não envolve apenas correções para serem adicionadas ao projeto principal, mas sim uma refatoração do código interno de como o KWin decora a tela.

Foi lançada nesta quarta-feira (8) a atualização OTA-9 para o sistema operacional móvel Ubuntu Touch para todos os dispositivos Ubuntu Phone suportados, uma versão que adiciona principalmente várias melhorias, correções e um visual atualizado que consiste em novos símbolos e ícones de pastas no tema Suru para oferecer aos usuários uma melhor experiência.

O "D9VK", projeto baseado no DXVK que fornece uma camada de tradução do Direct3D 9 para a Vulkan, ganhou o seu primeiro lançamento para este projeto promissor para ajudar aqueles que querem executar jogos D3D9 mais antigos via Wine ou Proton. Com esta primeira versão, já é possível rodar "uma grande quantidade" de jogos do Direct3D 9 razoavelmente bem.

Enquanto o Ubuntu Touch, que continua sendo desenvolvido pela comunidade UBports, é um dos mais viáveis ​​e mais avançados sistemas operacionais de código aberto para smartphones baseados em Linux, parece que não haverá nenhum suporte a tempo para o lançamento do próximo smartphone Librem 5, da Purism.

No ano passado, em setembro, a Canonical anunciou que, graças a uma colaboração com a Microsoft, conseguiu lançar o Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver), a mais recente versão LTS do Ubuntu, como uma imagem de desktop otimizada para a galeria Hyper-V. Desta vez, a empresa anunciou que agora quem está disponível é o recém-lançado Ubuntu 19.04 (Disco Dingo).

O desenvolvedor e líder do DXVK, Philip Rebohle, está trabalhando em um novo experimento, chamado "DXVK-AGS", como um novo projeto de exploração para ver se faz sentido implementar o suporte ao AMD AGS SDK, o que pode ajudar a melhorar o desempenho de alguns jogos rodando em hardwares da AMD.

No ano passado, a Google trouxe o suporte para aplicativos do desktop Linux para o Chrome OS, recurso que tem como codinome "Crostini" e, apesar de ainda estar na fase beta na recém-lançada versão 75 do sistema operacional, já está bem popular, com um apelo especial entre os desenvolvedores. Contudo, parece que as coisas estão indo muito bem, já que a Google revelou que todos os Chromebooks lançados este ano estarão prontos para rodar apps do Linux.

A Red Hat anunciou hoje, 7 de maio, o Red Hat Enterprise Linux 8, que chega quase cinco anos após o lançamento da série Red Hat Enterprise Linux 7 como uma grande atualização para seu poderoso sistema operacional, pronto para empresas, ambientes de cloud e TI corporativa. As novidades incluem poderosas novas funcionalidades e otimizações que permitem que você possa executá-lo em qualquer ambiente, suportando qualquer carga de trabalho.

No seu último boletim mensal, o líder do projeto Linux Mint, Clement Lefebvre, lembrou à comunidade que a série Linux Mint 17.x chegou ao seu fim da vida útil e não terá mais suporte com atualizações de segurança ou de software. Lançada em 31 de maio de 2014, a série do sistema operacional era uma versão LTS (Long Term Support) que recebia patches de segurança e correções por cinco longos anos.

A Microsoft anunciou durante a sua conferência Build 2019 diversas algumas novidades envolvendo a plataforma Linux e uma delas foi a segunda versão do Windows Subsystem for Linux, que chega para trazer um aumento substancial no desempenho do sistema de arquivos e compatibilidade total com as chamadas do sistema.