Mostrando postagens com marcador Ubuntu. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ubuntu. Mostrar todas as postagens

No ano passado, em setembro, a Canonical anunciou que, graças a uma colaboração com a Microsoft, conseguiu lançar o Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver), a mais recente versão LTS do Ubuntu, como uma imagem de desktop otimizada para a galeria Hyper-V. Desta vez, a empresa anunciou que agora quem está disponível é o recém-lançado Ubuntu 19.04 (Disco Dingo).

A Canonical anunciou na última terça-feira (30) que o próximo Ubuntu 19.10 já está com o seu ciclo de desenvolvimento aberto. Além disso, já estão sendo disponibilizadas builds diárias, que são imagens ISO criadas especialmente para aqueles que desejam testar a próxima versão do sistema operacional desde o início.

Equipado com o estável e bem testado MATE 1.20.4 com algumas melhorias e novos recursos que estão presentes na versão 1.22 do ambiente gráfico, que precisa de mais testes para que possa ser implementada no futuro, o Ubuntu MATE 19.04 (Disco Dingo) adiciona grandes aprimoramentos para os jogadores que são donos de placas de vídeo NVIDIA.

A Canonical lançou hoje, 18 de abril, o Ubuntu 19.04 (Disco Dingo), a versão mais recente de uma das mais populares distribuições Linux do mundo, que agora conta com as mais novas tecnologias e softwares open source. Entre os principais destaques, estão melhorias no desempenho, principalmente por conta da adição do ambiente gráfico GNOME 3.32.

Recentemente, o Ubuntu 19.04 (Disco Dingo) entrou no último estágio de seu processo de desenvolvimento, chamado "Final Freeze", o que significa que agora serão implementadas apenas correções para os bugs críticos que possam afetar o lançamento do sistema operacional, além de ser um indicativo de que os lançamentos Release Candidate (RC) estarão disponíveis em breve para testes públicos.

O líder do projeto Ubuntu MATE, Martin Wimpress, anunciou na última segunda-feira (8) que o sistema operacional Ubuntu MATE nas versões 18.04.2 LTS, que conta com a mais recente atualização da pilha de habilitação de hardware (HWE), e 19.04 (Beta) agora estão disponíveis para os pequenos computadores GPD Pocket e GPD Pocket 2.

A versão beta do Ubuntu 19.04 (Disco Dingo) foi finalmente lançada para todos aqueles interessados em conferir de perto o que a Canonical está preparando para a próxima versão do seu sistema operacional, que deve ser lançado no dia 18 de abril com diversas novidades e melhorias para aprimorar ainda mais a experiência dos usuários da distribuição Linux.

Desde o lançamento do Ubuntu 17.10, que foi a primeira e, até o momento, a última versão do sistema operacional a oferecer aos usuários uma experiência do GNOME com Wayland por padrão, a Canonical voltou a usar o X.Org Server e, enquanto o Ubuntu 19.04 está com o seu ciclo de desenvolvimento em andamento e será lançado em breve, ao que parece a empresa não tem planos para adotar novamente o Wayland em um futuro não muito distante.

Depois de lançar na semana passada o Ubuntu 16.04.6 LTS, a Canonical lançou nesta quinta-feira (7) o Ubuntu 14.04.6 LTS (Trusty Tahr), que chega trazendo também correção para a vulnerabilidade de segurança que foi descoberta recentemente no gerenciador de pacotes APT, que pode permitir que um atacante remoto instale pacotes maliciosos.

O Ubuntu 19.04 (Disco Dingo) é o próximo grande lançamento do popular sistema operacional baseado na plataforma Linux desenvolvido pela Canonical, que promete oferecer vários aprimoramentos e novos recursos, incluindo um novo kernel, a recém-lançada versão 5.0, que conta, por exemplo, com suporte para o AMD FreeSync com o driver open source AMDGPU.

De acordo com um novo infográfico publicado pela Canonical, empresa por trás do popular Ubuntu, os usuários Linux instalam mais de 3 milhões de aplicativos Snap a cada mês, isto é, levando em consideração todas as categorias de dispositivos que a tecnologia suporta. Isso significa que inclui cloud, IoT (Internet das Coisas) e gateways, além de, é claro, o desktop.

A Canonical lançou hoje, 28 de fevereiro, o Ubuntu 16.04.6 LTS (Xenial Xerus) para resolver uma vulnerabilidade do APT descoberta recentemente, que parece afetar todos os sistemas operacionais baseados no Debian e Ubuntu e pode permitir que um atacante remoto instale pacotes maliciosos em máquinas para executar código como root e possivelmente travar o host. O problema fez com que o APT reconhecesse os pacotes maliciosos como válidos.

A Canonical está trabalhando duro no próximo Ubuntu 19.04 (Disco Dingo), que recentemente entrou em uma nova fase de desenvolvimento importante, chamada "Feature Freeze", o que significa que nenhum novo recurso será adicionado até seu lançamento final em 18 de abril, mas apenas correções. O Ubuntu 19.04 será lançado com o ambiente gráfico GNOME 3.32 e o Linux Kernel 4.20.

O Ubuntu 17.10 foi a primeira versão do sistema operacional da Canonical a abandonar imagens x86 de 32-bits (i386) enquanto os pacotes i386 ainda permaneceram nos repositórios de software.  Outros derivados do Ubuntu ao longo do ano passado também tomaram essa decisão e no futuro devem oferecer para instalação apenas ISOs de 64-bits. Agora, para o próximo Ubuntu 20.04 LTS, pode até não existir mais os pacotes i386 disponíveis para instalação.

Após um atraso de uma semana, devido a um bug envolvendo o Linux Kernel 4.18 herdado do Ubuntu 18.10 (Cosmic Cuttlefish) causando falhas de inicialização com determinados chipsets gráficos, a Canonical lançou nesta quinta-feira (14) o Ubuntu 18.04.2 LTS (Bionic Beaver), que chega como a versão mais recente da série com suporte de longo prazo do Ubuntu.

Um novo projeto de código aberto tem como objetivo levar o Ubuntu totalmente funcional para laptops ARM com processadores Qualcomm Snapdragon, como os dispositivos HP Envy x2 e Asus NovaGo. Apesar de inovadores e de oferecerem uma bateria de longa duração, esses notebooks têm sido criticados por usuários e blogueiros técnicos por serem lentos.

A Canonical anunciou na última quinta-feira (7) que o Ubuntu 18.04.2 LTS (Bionic Beaver) terá seu lançamento adiado por uma semana, até 14 de fevereiro, devido a um problema envolvendo o boot com o Linux Kernel 4.18. O bug foi reportado no Launchpad por vários usuários, que alegam que suas instalações do sistema operacional falharam ao inicializar após uma atualização automática para o linux-image-4.18.0-14.

A Canonical anunciou recentemente que o suporte oficial para o Ubuntu 14.04 LTS (Trusty Tahr) chegará ao fim no dia 30 de abril. Em setembro do ano passado, a empresa já vinha informando ao usuários que eles poderiam adquirir suporte adicional para o sistema operacional através de sua oferta comercial chamada Extended Security Maintenance (ESM), que provou ser um enorme sucesso com o Ubuntu 12.04 LTS (Precise Pangolin).

O lançamento do Ubuntu 18.04.2 LTS está programado para a próxima semana, mais precisamente para o dia 7 de fevereiro, e deve trazer diversos componentes atualizados para ajudar os usuários a implementar facilmente o sistema operacional em novos computadores. Com o codinome "Bionic Beaver", a série 18.04 é a mais recente com suporte de longo prazo e amplamente utilizada, sendo suportada pela Canonical por pelo menos 5 anos.

Um ano após o lançamento da mais recente edição para desenvolvedores do Dell XPS 13 (modelo 9370) em janeiro de 2018, uma nova versão do notebook (modelo 9380) está agora à venda nos EUA, Canadá e Europa na loja online da Dell e em varejistas. O laptop vem com o sistema operacional Ubuntu, da Canonical, já pré-instalado.