Valve:


Para aqueles que fazem uso do SteamVR, a Valve atualizou seus requisitos de driver de vídeo para a plataforma Linux. No lado da NVIDIA, você só precisa do driver oficial da empresa a partir da versão 387 ou mais recente que está pronto para o SteamVR      supondo que sua GPU seja poderosa o suficiente para manter o ritmo. Mas no lado da AMD, ainda há requisitos que geralmente não estão presentes nos repositórios oficiais que levam a recomendação, no caso do Ubuntu e seus derivados, de PPAs de terceiros para a melhor experiência.

Se você é daqueles que gostam de conferir informações de desempenho dos jogos como, por exemplo, a quantidade de quadros por segundo (ou frames per second, FPS, em inglês), bem como a temperatura e o uso da CPU, saiba que Samuel Pitoiset, desenvolvedor da Valve, está trabalhando em um heads-up display (HUD) para o driver Vulkan (para GPUs AMD) "RADV", o que permitirá que você confira essas e outras informações úteis ao rodar games que fazem uso da API gráfica no Linux.

Em junho, a Valve anunciou a "Moondust", sua nova demo técnica de VR para mostrar seus esforços de hardware (principalmente com os controles para a realidade virtual Knuckles EV2) e que consiste também de alguns mini-jogos. Agora, a empresa resolveu criar um repositório do GitHub para a Moondust, onde o código da demo pode estar em breve disponível de forma open source.

Para aqueles que estão usando o canal estável do Proton no Steam Play, a Valve lançou hoje, 13 de setembro, todas as recentes alterações presentes até então no canal beta para todos os usuários. Anteriormente, era possível ter acesso ao Proton 3.7-3, que era o que todos usavam por padrão, e também era possível usar a lista suspensa "Compatibility Tool" na seção de opções do Steam Play para alternar para uma versão beta para ter as atualizações mais recentes.

A Valve, a CodeWeavers e a comunidade tem trabalhado em novas atualizações para o Proton, do Steam Play, e agora a versão beta da ferramenta recebeu mais melhorias e correções. Caso você ainda não conheça o Proton, trata-se de um fork do Wine que permite que você jogue seus jogos do Windows no Linux através do cliente Steam, como se fossem outros games nativos do sistema do pinguim.

Quando lançou a atualização estável 2.154 para o SteamOS no mês passado, no final de julho, a Valve disse que o update foi mantido intencionalmente pequeno para testar as novas tecnologias antes que novas atualizações fossem implementadas em uma futura grande versão de seu sistema operacional. Agora, a empresa publicou uma primeira versão beta do lançamento do novo SteamOS.

A Valve disponibilizou um canal de atualização beta para o Proton para que os usuários possam testar as mais recentes melhorias de desempenho e compatibilidade para o seu fork do Wine, que também inclui o DXVK para obter o D3D11 sobre a Vulkan acelerado e outros aprimoramentos de compatibilidade para otimizar a experiência de jogos no Linux.

Se você sempre sonhou em rodar seus jogos do Windows de sua biblioteca do Steam na sua distribuição Linux favorita sem ter que realizar algumas configurações extras, parece que você está com sorte: a Valve confirmou hoje, 21 de agosto, que realmente está trabalhando em uma nova versão do Steam Play, que inclui uma versão modificada do Wine, permitindo executar jogos do Windows no Linux diretamente do cliente Steam.

De acordo com informações do SteamDB, que recentemente vieram à tona em uma publicação no Reddit, a Valve pode estar trabalhando nos bastidores em um recurso muito aguardadas pelos jogadores, especialmente aqueles que tem vontade de migar de vez para o Linux, porém, ainda não o fizeram pelo fato de seus games favoritos não terem suporte para a plataforma ou por contas dos aplicativos disponíveis exclusivamente para isso possam ainda parecer complicados para iniciantes.

A Valve lançou nesta terça-feira (24) uma nova atualização, a 2.154, para a versão estável, disponível no canal brewmaster, do seu sistema operacional SteamOS que incorpora as mais recentes atualizações de segurança e correções de bugs dos repositórios upstream do Debian 8.11, que é o último lançamento da série Debian Jessie, que chegou ao fim da vida no último mês, em 17 de junho.

A Valve lançou mais uma nova versão beta do cliente Steam, que conta com a interface do chat renovada e vários novos recursos e melhorias. Agora, os amigos podem ser agrupados de acordo com os jogos que eles jogam juntos, bem como a capacidade de criar grupos com interesses semelhantes para conversas gerais. Para trazer um novo amigo para uma conversa em grupo, por exemplo, basta arrastar o contato da lista de amigos e soltar na caixa de bate-papo em grupo.

A Valve acaba de anunciar que estará lançando dois novos aplicativos Steam nas próximas semanas para dispositivos móveis Android e iOS. Um deles é o aplicativo do Steam Link, que basicamente permite transformar seu smartphone, tablet ou TV com Android ou iOS em uma experiência de jogo semelhante com o Steam Link convencional, onde o computador é responsável por rodar o jogo, enquanto que o dispositivo receptor retransmite as imagens. Este app irá suportar o Steam Controller e muito mais.

Recentemente, a Valve removeu o link "Steam Machines" presente no menu "Hardware" no Steam, que levava o usuário para uma página que continha a listagem de modelos de Steam Machines à venda. Isso fez com que muitos se questionassem sobre o futuro do SteamOS e se a empresa de Gabe Newell continuaria investindo na plataforma Linux.

Se você tem dúvidas se a Valve realmente ainda está disposta a investir na plataforma Linux, talvez seja bom repensar o assunto. A empresa acaba de contratar mais um novo membro para a sua equipe de desenvolvedores trabalhando na pilha de gráficos Mesa e nos drivers de vídeo open source para o sistema do pinguim. A boa notícia não deixa de ser mais um sinal de que a Valve está aqui para ficar.

A Valve divulgou recentemente que já está disponível uma nova atualização para a versão estável do seu sistema operacional criado especialmente para as Steam Machines, o SteamOS, que agora conta com uma nova versão do kernel Linux, novas versões dos drivers de vídeo que lidam com placas de vídeo da NVIDIA e AMD e muitos componentes "sob o capô" atualizados.

A Valve anunciou nesta terça-feira (16) mais uma nova atualização para a versão beta do seu sistema operacional criado especialmente para as Steam Machines. O update 2.145 agora está disponível no canal Brewmaster Beta para testes públicos, chegando apenas uma semana após o lançamento do SteamOS 2.141 Beta para corrigir alguns problemas de atualização informados pelos usuários, bem como para implementar a versão estável mais recente do Linux Kernel disponível atualmente.

A Valve está iniciando 2018 com uma nova atualização beta para o seu sistema operacional SteamOS. Com a boa notícia, o sistema operacional agora conta com o Linux Kernel 4.14.3 e usa a pilha de gráficos Mesa 17.2.4 para GPUs Intel e AMD, bem como o driver de vídeo proprietário NVIDIA 387.22 para placas da NVIDIA. A atualização SteamOS 2.141 Beta é, aparentemente, grande e complexa que atualiza vários componentes como libdrm, libglvnd e glx-alternatives para suportar novos drivers de gráficos.

Após passar um bom período sem anunciar qualquer novidade para o SteamOS, a Valve lançou na última quinta-feira (09) mais uma nova versão beta para o seu sistema operacional dedicado às Steam Machines. Trata-se do update 2.135 para a série Brewmaster que basicamente traz apenas pacotes atualizados do Debian 8.9, que por sua vez possui correções de segurança de NSS para Perl, bem como para o Samba e muitos outros softwares.

Há cinco anos, a Valve lançava o Steam para a plataforma Linux, criando um caminho a seguir para as desenvolvedoras de jogos para um mundo até então desconhecido. Tudo começou com a Valve anunciando a criação de uma pesquisa para reunir testadores para o próximo lançamento beta do cliente Steam, que traria também suporte para Linux. O que a empresa não esperava era mais de 60 mil pessoas se inscrevendo para se tornar um testador.

Os desenvolvedores da Valve anunciaram nesta segunda-feira (07) que a atualização 2.121 do SteamOS já pode ser utilizada por uma maior número de adeptos do sistema operacional, estando agora disponível no canal "brewmaster" estável, permitindo que os usuários tenham acesso a uma versão mais recente do kernel Linux e todas as atualizações de segurança mais recentes dos repositórios de software do Debian 8 "Jessie".