Você pode obter Sanctum 2 gratuitamente agora mesmo através do Humble Bundle. Trata-se do jogo de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela Coffee Stain Studios, criadora também do aclamado Goat Simulator. O game, que atualmente está sendo vendido no Steam por R$ 28,99, foi lançado nos consoles em meados de 2013 e fez sua estréia na plataforma Linux um ano depois.

Atualmente, se você conectar o HTC Vive na sua distribuição Linux favorita, a tela (HMD) do headset de realidade virtual será tratada como um monitor convencional. Mas, graças a David Airlie, da Red Hat, isso não deve mais acontecer com o próximo Linux Kernel 4.15. As mudanças do desenvolvedor também devem beneficiar o SteamVR.

No início deste ano, parecia que o Mir estava no seu leito de morte após a Canonical anunciar que estava abandonando o desenvolvimento do Unity 8 e que este servidor de exibição seria limitado apenas a casos de uso de IoT (Internet da Coisas), que vem crescendo nos últimos dias. Mas, a verdade é que a Canonical ainda tem uma equipe de desenvolvedores trabalhando no software e está procurando mais profissionais para trabalhar nele, além de colocar o código disponível no GitHub.

No último final de semana, o jogo de FPS e mundo aberto The Signal From Tölva foi oficialmente lançado para Linux no Steam. Agora, apenas 4 dias depois, o game está disponível também para o sistema do pinguim na loja online GOG. Este é o terceiro título da Big Robot Ltd, mesma desenvolvedora de Sir, You Are Being Hunted, que também está disponível para Linux. O estúdio também é responsável por AVSEQ, que ainda não foi lançado no Linux.

Melhor tarde do que nunca, não é mesmo?! Bem, ao que parece, este é o lema da GOG para a plataforma Linux. De qualquer forma, a versão para o sistema do pinguim de Shadow Warrior Classic Redux agora está disponível também no GOG. Esta é a edição definitiva do clássico game de tiro em primeira pessoa, possuindo recursos visuais remasterizados e dois grandes pacotes de expansão.

O desenvolvedor de software livre Roderick Colenbrander tornou público o seu repositório do Wine-Vulkan, que ele está usando para organizar seu trabalho em torno do melhor suporte da API Vulkan no Wine. Os patches de Roderick para o Wine-Vulkan ainda estão em um estado experimental, implementando atualmente o Vulkan 1.0.51 no Wine com apenas algumas extensões opcionais.

O Humble Store esta dando o jogo Brutal Legend para PC gratuitamente      mas você precisa agir rápido para obter o game, pois é por tempo limitado. O título está gratuito por mais um dias e pode ser resgatado através da sua conta no Steam sem custos. Para isso, basta ir até a página do game no Humble Bundle, adicioná-lo ao carrinho e receber um link com a chave de ativação por e-mail.

Tudo indica que Ashes of the Singularity não será o único game da desenvolvedora Stardock que será lançado na plataforma Linux. De acordo com uma publicação feita pelo próprio CEO da companhia na página de discussões do Steam, Star Control: Origins também terá versão para o sistema do pinguim. As outras plataformas que devem receber o game inclui o macOS, PS4, Nintendo Switch e Xbox One.

O jogo de tiro Pawarumi acaba de ganhar suporte para a plataforma Linux. O game, que conta com uma pegada dos jogos clássicos de nave, possui gráficos de encher os olhos com o seu visual moderno e literalmente cheio de explosões para todos os lados. O título está atualmente em Early Access, embora os desenvolvedores revelem que o game só estará disponível em acesso antecipado por alguns meses, já que grande parte do conteúdo planejado já está pronto para ser lançado.

O sonho de Mark Shuttleworth para o Ubuntu, em breve, pode se tornar em realidade, já que os desenvolvedores do sistema operacional estão atualmente discutindo uma estratégia para trazer aplicativos no formato snap por padrão no próximo lançamento, o Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver) , algo que já acontece com o Ubuntu MATE 17.10, que traz a aplicação PulseAudio.

Foi lançado nesta segunda-feira (20) a versão final do SuperTuxKart 0.9.3 que, entre as suas principais novidades, está o suporte para dispositivos com o sistema operacional móvel Android, podendo ser instalado através da Play Store. Além disso, está disponível também novos mapas, missões, melhorias de cenário com a coloração HSV, um gravador de tela embutido, melhorias no tempo de carregamento, melhorias no seu pipeline de renderização legacy GL2 e uma variedade de outras melhorias.

O próximo Linux Kernel 4.15 será um grande lançamento, o que inclui muitos novos recursos, melhorias e correções importantes para todos os tipos de hardwares e periféricos. Mas, especialmente para os usuários AMD, o lançamento do Linux Kernel 4.15 será muito importante. Se você está usando um processador e/ou placa de vídeo AMD, o kernel Linux 4.15 é uma ótima maneira de terminar o ano. Há uma série de novidades que torna esta versão excelente para você.

Se você possui uma placa de vídeo da AMD (especialmente uma daquelas que possuem suporte ao driver de vídeo open source AMDGPU), temos uma boa notícia para você: a pilha de código de exibição "AMDGPU DC" estará presente no Linux Kernel 4.15, implementando mais de 132 mil novas linhas de código no kernel. A novidade será habilitada por padrão para GPUs com microarquitetura Vega, porem, pode ser ativada manualmente para placas GCN 1.1 e mais recentes.

Se você ainda não está muito feliz com o GNOME sendo implementado como o ambiente gráfico padrão do Ubuntu, temos uma boa notícia para você: agora existe uma proposta para criar um novo sabor do Ubuntu que traga o Unity 7 como o ambiente gráfico padrão. A nova distro, que está sendo chamada de "Ubuntu Unity Remix", deve ser desenvolvida e mantida pela própria comunidade.

Foi iniciado recentemente o desenvolvimento do próximo Ubuntu MATE 18.04 LTS e o líder do projeto, Martin Wimpress, já tem boas notícias para compartilhar com os usuários da distribuição Linux. Primeiro, o Ubuntu MATE 18.04 já possui "sob o capô" os componentes principais do Ubuntu 18.04 LTS, como o Linux Kernel 4.13, o servidor de exibição X.Org 1.19, a pilha de gráficos Mesa 17.1 e muitos dos últimos patches de segurança upstream, como os disponíveis no repositório do Debian Testing (Buster).

Já está disponível para download e teste a versão beta do Deepin 15.5, que chega trazendo novos recursos de segurança, como é o caso do suporte para importação e exportação de perfis de VPN (Virtual Private Network) e uma função de proxy do aplicativo, que permite que o usuário abra um determinado programa que requer uma conexão com a Internet através do servidor proxy padrão do sistema.