A Purism publicou recentemente um relatório revelando mais detalhes sobre o desenvolvimento do smartphone Librem 5, que teve uma campanha de financiamento bem sucedida no ano passado. De acordo com a publicação, as decisões estão começando a serem tomadas sobre o tipo de hardware que estará disponível no dispositivo, que aparentemente usará o SoC i.MX8, que por sua vez é mais eficiente que o i.MX6.

Depois de passar mais de cinco anos usando internamente sua própria distribuição Linux baseada no Ubuntu, chamada Goobuntu, a Google decidiu substituir a distro pelo gLinux que, aparentemente, é baseado nos repositórios de software do Debian Testing. O gLinux foi, até mesmo, revelado no ano passado durante a conferência DebConf17 para os desenvolvedores do Debian.

O jogo de survival horror e ação-aventura em primeira pessoa, Dead Island, lançado há seis anos, agora deve rodar melhor com os driver de vídeo open source (também conhecidos como drivers Gallium3D) na plataforma Linux. Isso é possível graças a alguns patches de melhorias e correções que acabaram de ser implementados no próximo Mesa 18.0. Outros títulos também devem ser beneficiados com a novidade.

O backend NIR experimental presente no RadeonSI, driver open source responsável por lidar com GPUs AMD a partir da série Radeon HD 7000 e mais recente, está dando um passo definitivo para o Mesa 18.0. Até hoje, ao usar o path de código NIR no RadeonSI, a versão do GLSL (OpenGL Shading Language), também conhecida como GLslang, foi limitada a 1.50 simplesmente por não ter nenhum suporte para tessellation shader, mas, finalmente, agora o GLSL 4.50 é oficialmente suportado      a versão GLSL correspondente ao OpenGL 4.5.

O jogo de voo exploratório da Aspyr Media e PolyKnight Games, "InnerSpace", acaba de ser lançado no Steam com suporte para a plataforma Linux. O game começou como um projeto entre amigos de faculdade, que evoluiu bastante graças a uma campanha bem-sucedida no Kickstarter em 2014, o que resultou em anos de desenvolvimento.

O Projeto KDE revelou alguns dos seus planos para 2018, que inclui algumas coisas interessantes para os usuários do ambiente gráfico KDE Plasma. Para começar, 2018 trará aos usuários do KDE uma nova versão LTS do ambiente gráfico KDE Plasma, ou seja, com suporte a longo prazo, que acabou de entrar na fase beta de desenvolvimento, dando aos usuários um primeiro vislumbre de seus novos recursos e melhorias.

Foi lançada na última segunda-feira (15) a versão beta do KDE Plasma 5.12 LTS. Trata-se da próxima versão de suporte a longo prazo do popular ambiente gráfico, substituindo o atual KDE Plasma 5.8 LTS quando a versão final for lançada no início do próximo mês. O KDE Plasma 5.12 é um marco importante que promete oferecer maior estabilidade e confiabilidade, bem como vários novos recursos e melhorias.

A Valve anunciou nesta terça-feira (16) mais uma nova atualização para a versão beta do seu sistema operacional criado especialmente para as Steam Machines. O update 2.145 agora está disponível no canal Brewmaster Beta para testes públicos, chegando apenas uma semana após o lançamento do SteamOS 2.141 Beta para corrigir alguns problemas de atualização informados pelos usuários, bem como para implementar a versão estável mais recente do Linux Kernel disponível atualmente.

Depois de lançar no início desta semana novas atualizações do kernel Linux para corrigir as vulnerabilidades de segurança Meltdown e Spectre, que colocam bilhões de dispositivos em risco de ataques, permitindo que um invasor local e não privilegiado obtenha informações confidenciais da memória do kernel, a Canonical anunciou nesta quinta-feira (11) que uma nova atualização do microcode para CPUs da Intel já está disponível no Ubuntu.

O estúdio Tripwire Interactive deu uma pausa no desenvolvimento da versão para Linux de Killing Floor 2. De acordo com a empresa, embora um grande progresso já tenha sido feito para que o jogo possa rodar na plataforma Linux, ainda não foi possível encontrar um desenvolvedor ou, até mesmo, uma equipe de pessoas que possam "concluir o trabalho necessário para fazer um cliente" que funcione no sistema do pinguim.

Após uma recente atualização lançada pela Feral Interactive para a versão de Warhammer 40,000: Dawn of War III para Linux, o renderizador Vulkan do jogo passou a apresentar alguns problemas nos gráficos do game, mas apenas com a série 384 do driver de vídeo proprietário da NVIDIA, o que deixou os jogadores Linux nada felizes.

Se você é daqueles que ainda aguardam pelo lançamento oficial do shooter espacial EVERSPACE na plataforma Linux, temos uma boa notícia para você: de acordo com um dos desenvolvedores do estúdio responsável pelo jogo, a equipe por traz do game continua trabalhando na versão do título para Linux, o que inclui também a atualização para a Unreal Engine 4.17 e várias correções de bugs envolvendo o sistema do pinguim.

Como prometido, a Canonical anunciou uma nova versão do kernel e as atualizações da NVIDIA para corrigir as vulnerabilidades de segurança Meltdown e Spectre em todos os lançamentos do Ubuntu. Com isso, o primeiro conjunto de patches agora está disponível nos repositórios de software estável do Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark), Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus) e Ubuntu 14.04 LTS (Trusty Tahr), o que deve beneficiar também os sabores oficias e distribuições Linux derivadas do Ubuntu.

Os desenvolvedores do Linux Mint publicaram uma declaração sobre as vulnerabilidades de segurança Meltdown e Spectre recentemente descobertas, informando os usuários sobre como manter seus PCs seguros. As falhas afetam bilhões de dispositivos que contam com um processador moderno da Intel, AMD, ARM ou Qualcomm. Para corrigir essas vulnerabilidades, OEMs e fornecedores de sistemas operacionais iniciaram uma batalha de dois meses e meio para redesenhar softwares e kernels.

Os desenvolvedores da System76 estão de volta ao trabalho esta semana, e eles estão começando o novo ano com outra atualização sobre o trabalho que será realizado em 2018 para o Pop!_OS. A empresará passará a usar como base do seu sistema operacional o Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver), da Canonical, que deverá ser lançado em 26 de abril. Entre os destaques da próxima versão do Pop!_OS, está o suporte exclusivo para monitores HiDPI.

Embora a Canonical tenha desistido do desenvolvimento do Unity 8 há quase um ano atrás, incluindo também a convergência mobile-desktop, o que deixou os donos de Ubuntu Phones seriamente preocupados, a comunidade UBports continua fazendo algum progresso com o Unity 8 para obter o ambiente gráfico pronto para o sistema operacional móvel Ubuntu Touch rodando no modo desktop.