Os usuários do Ubuntu estão sendo incentivados a ajudar a testar a versão melhorada do tema Ambiance, padrão desde a versão 10.04 LTS do sistema operacional da Canonical, no ambiente gráfico GNOME. Entre as principais diferenças do tema, que devem aperfeiçoar ainda mais a integração com o GNOME, estão cantos arredondados, sombras de janela e melhor espaçamento de elementos dentro do CSD (Client Side Decoration).

A Feral Interactive anunciou hoje, 26 de maio, que Warhammer 40.000: Dawn of War III terá suporte para a Vulkan na plataforma Linux, bem como para a API Metal no macOS, da Apple. De acordo com a desenvolvedora, embora o OpenGL seja o padrão, os jogadores poderão selecionar a API Vulkan nas configurações do jogo. Como já mencionamos em um outro artigo, o game deve fazer a sua estreia no sistema do pinguim no dia 8 de junho.

Foi lançada hoje, 26 de maio, mais uma nova versão de desenvolvimento do Wine, a 2.9, trazendo suporte para tesselation shaders para o Direct3D, modo binário no WebServices, melhorias na interface do RegEdit e mudanças na área de transferências detectadas através do Xfixes. Além disso, como não poderia ser diferente, foram corrigidos diversos bugs envolvido aplicações e jogos, sendo um total de 38 correções.

Se você é fã do Lubuntu e adoraria vê-lo como o LXQt, temos uma boa notícia para você: builds diárias do Lubuntu 17.10 (Artful Aardvark) com o ambiente gráfico já estão disponíveis para download. O ciclo de desenvolvimento do sistema operacional começou há dois meses, quando Adam Conrad, da Canonical, deu sinal verde a todos os mantenedores e desenvolvedores envolvidos no projeto. O passo inicial para uma longa jornada até o lançamento final é a primeira versão Alpha, que se aproxima a passos largos.

A versão beta do Fedora 26 já tinha sido adiada três vezes, estando programada para ser lançada na próxima semana, em 30 de maio, mas, segundo os próprios desenvolvedores, por conta de bugs críticos ainda presentes, o lançamento foi novamente atraso e, agora, o Fedora 26 Beta deverá chegar na primeira semana do próximo mês, mais precisamente no dia 6 de junho. Como consequência, a versão final do sistema operacional só deve ser anunciada em 4 de julho.

Se tudo ocorrer com o planejado, o Debian 9 "Stretch" deve ser lançado a qualquer momento, tornando-se a versão mais estável e avançada do popular sistema operacional baseado no kernel Linux com algumas das mais recentes e estáveis tecnologias e aplicações da plataforma Linux, como é o caso de ferramentas para análise forense, que serão mantidas pela equipe Debian Forensics do projeto Debian.

Na semana passada, a Valve anunciou o SteamVR Home, a nova interface para a realidade virtual da sua plataforma que promete trazer mais interatividade e a possibilidade de você socializar com outros usuários. Agora, de acordo com as notas de lançamento da mais nova atualização do SteamVR Beta, o suporte experimental para a novidade já está disponível na plataforma Linux.

A Valve anunciou hoje, 22 de maio, uma nova atualização para a versão beta do SteamOS Brewmaster, o update 2.115, que abandona de vez o driver de vídeo proprietário da AMD para a plataforma Linux, o AMDGPU-PRO, em favor da biblioteca de gráficos 3D Mesa 17.0.4. O motivo que levou a empresa a tomar esta decisão, provavelmente, é o amadurecimento do driver open source que lida com GPUs "vermelhinhas" no sistema do pinguim.

Agora que o Linux Kernel 4.12 está oficialmente disponível em versões RC (Release Candidate) e que o Mesa 17.2, que possui lançamento marcado para o mês de agosto, está recebendo várias melhorias que devem beneficiar também placas de vídeo da AMD, fica a curiosidade em saber como anda o desempenho principalmente de jogos AAA em GPUs "vermelhinhas", como as que possuem a arquitetura Polaris.

Apesar dos grandes avanços obtidos pelo Mesa nos últimos tempos para oferecer um melhor suporte com diversos jogos AAA, atualmente os jogos Dying Light e Dead Island Definitive Edition ainda não possuem um suporte adequado. Contudo, felizmente, isso acaba de mudar graças há um patch que corrige eventuais problemas envolvendo ambos os games.

A Canonical anunciou na última sexta-feira (19) que o IDE da Microsoft Visual Studio Code agora está oficialmente disponível para a instalação via Snap em distribuições Linux suportadas pela tecnologia Snappy. Em seu anúncio, a dona do Ubuntu destaca que o VS Code está entre os editores de código multiplataforma mais preferidos entre os membros da comunidade de desenvolvedores.

Após anunciar Total War: Shogun 2 e Total War: Shogun 2: Fall of the Samurai para Linux e SteamOS, que devem chegar na próxima terça-feira (23), a Feral Interactive revelou que está trabalhando também no port de Warhammer 40.000: Dawn of War III para a plataforma Linux. Desenvolvido pela Relic Entertainment, o jogo de estratégia em tempo real foi originalmente publicado pela Sega para Windows no final do mês passado, em 27 de abril.

A versão mais recente da biblioteca de gráficos 3D Mesa já pode ser instalada no Ubuntu 16.04 LTS e Ubuntu 17.04. Estamos falando do Mesa 17.1 que, entre as novidades, ​​traz o suporte para o OpenGL 4.2 em gráficos integrados de processadores Intel Ivy Bridge, ajustes para shader, melhor suporte para a API Vulkan e várias melhorias de desempenho para os diversos tipos de GPUs.

Enquanto o Linux Kernel 4.12 possui vários novos recursos, que totalizam mais de um milhão de novas linhas, a nova versão do kernel ainda chega sem algumas novidades, que certamente adoraríamos ver sendo apresentadas a tempo para o lançamento. Uma dessas mudanças é o HMM (Heterogeneous Memory Management), que beneficia tecnologias como CUDA e OpenCL, por exemplo, permitindo que a memória do dispositivo seja usada de forma transparente por qualquer processo, bem como para espelhar o espaço de endereço do processo em um dispositivo.

Embora a AMD tenha que manter seu próprio driver Vulkan proprietário, que por sinal é multiplataforma, já que a versão do software da empresa para Linux compartilha códigos com a versão para Windows, os desenvolvedores da companhia, diferente do que muita gente imagina, continuam colaborando com os drivers open source para o sistema do pinguim que lidam com GPUs "vermelhinhas", como é o caso do RADV.

Foi lançado hoje, 17 de maio, o elementary OS 0.4.1 (Loki), com base no Ubuntu 16.04.2 LTS (Xenial Xerus), da Canonical. Com isso, o sistema operacional herda o mesmo HWE (Hardware Enablement Stack) do Ubuntu, passando a oferecer aos usuários o Linux Kernel 4.8, permitindo a instalação em PCs equipados com a 7ª geração de processadores da Intel, mais conhecida como Kaby Lake, bem como um melhor suporte a novos hardwares e periféricos.