Com o KDE neon usando como base o Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver), a equipe de desenvolvimento da distribuição Linux decidiu que é hora de colocar a série antiga baseada no Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus) para descansar de uma vez por todas, já que a maioria dos usuários conseguiram atualizar para a nova série, baseada na versão mais recente do Ubuntu LTS.

Após um atraso de uma semana, devido a um bug envolvendo o Linux Kernel 4.18 herdado do Ubuntu 18.10 (Cosmic Cuttlefish) causando falhas de inicialização com determinados chipsets gráficos, a Canonical lançou nesta quinta-feira (14) o Ubuntu 18.04.2 LTS (Bionic Beaver), que chega como a versão mais recente da série com suporte de longo prazo do Ubuntu.

O desenvolvedor open source Marek Olšák, da AMD, publicou recentemente sua mais nova série de atualizações em nome da performance. Seu novo conjunto de 26 patches para o driver RadeonSI, disponível na pilha gráfica Mesa, fornece um recurso que está sendo chamado de "primitive culling with async compute" que, pelo menos, para cargas de trabalho de workstation, gera um grande aumento de desempenho das GPUs AMD.

De acordo com o mais recente relatório do desenvolvedor Nate Graham, novos recursos já estão sendo preparados para o próximo KDE Plasma 5.16, bem como mais aprimoramentos para as funcionalidades já disponíveis no ambiente gráfico, que tem lançamento previsto para o dia 11 de junho. Essas novidades devem aprimorar ainda mais a experiência dos usuários.

Um novo projeto de código aberto tem como objetivo levar o Ubuntu totalmente funcional para laptops ARM com processadores Qualcomm Snapdragon, como os dispositivos HP Envy x2 e Asus NovaGo. Apesar de inovadores e de oferecerem uma bateria de longa duração, esses notebooks têm sido criticados por usuários e blogueiros técnicos por serem lentos.

Depois de estar nos últimos seis meses em desenvolvimento, o KDE Plasma 5.15 chega com diversas novidades para aprimorar ainda mais a experiência do ambiente gráfico. Isso inclui vários refinamentos nas interfaces de configuração, novas opções para configurações de rede complexas, ícones reprojetados, integração aprimorada com aplicativos e tecnologias de terceiros e várias melhorias para o gerenciador de pacotes Discover.

Os usuários Linux logo terão uma nova maneira de acessar e sincronizar o OneDrive no sistema do pinguim. Acontece que o aplicativo Insync, que já permite sincronizar arquivos do Google Drive com o Linux, deve ganhar suporte em breve para o serviço de armazenamento em nuvem da Microsoft, o OneDrive.

A System76, fabricante norte-americana de computadores especializada na venda de laptops, desktops e servidores com Linux, anunciou que o Serval WS, seu mais poderoso modelo de notebook, receberá uma grande atualização em seu hardware, passando a contar com GPUs NVIDIA GeForce RTX série 20, bem como com processadores Intel de 9ª geração e telas 4K QFHD.

O pessoal por traz do "Gallium Nine", projeto que promete rodar jogos Direct3D 9 com bom desempenho no Linux, estão trabalhando no suporte ao NIR como uma opção alternativa ao padrão TGSI, uma linguagem intermediária para descrever shaders usada tradicionalmente pelos drivers Gallium3D. Com a adição desse suporte, as portas são abertas para algumas novas possibilidades interessantes.

Desenvolvido pela Feral Interactive, o GameMode tem ajudado muitos jogadores a rodar seus games no Linux, especialmente otimizando a distribuição Linux sob o capô para permitir um melhor desempenho principalmente com os jogos que fazem uso da Vulkan. O mais novo recurso que deve ser adicionado em breve é o suporte para overclock de GPUs AMD ou NVIDIA.

A Canonical anunciou na última quinta-feira (7) que o Ubuntu 18.04.2 LTS (Bionic Beaver) terá seu lançamento adiado por uma semana, até 14 de fevereiro, devido a um problema envolvendo o boot com o Linux Kernel 4.18. O bug foi reportado no Launchpad por vários usuários, que alegam que suas instalações do sistema operacional falharam ao inicializar após uma atualização automática para o linux-image-4.18.0-14.

Foi lançada na última quinta-feira (7) mais uma nova versão da suíte de escritório multiplataforma e gratuita LibreOffice, a 6.2, que esteve em desenvolvimento nos últimos seis meses e chega para oferecer vários novos recursos e muitas melhorias, especialmente na interface gráfica. Isso inclui aprimoramentos na UI NotebookBar, que é baseada no conceito MUFFIN e que anteriormente era um recurso experimental.

A Canonical anunciou recentemente que o suporte oficial para o Ubuntu 14.04 LTS (Trusty Tahr) chegará ao fim no dia 30 de abril. Em setembro do ano passado, a empresa já vinha informando ao usuários que eles poderiam adquirir suporte adicional para o sistema operacional através de sua oferta comercial chamada Extended Security Maintenance (ESM), que provou ser um enorme sucesso com o Ubuntu 12.04 LTS (Precise Pangolin).

A Purism, fabricante por traz do futuro smartphone Librem 5, anunciou que fará uma parceria com a GDquest, uma empresa independente de design de jogos, na tentativa de facilitar a vida e ensinar aqueles interessados em criar jogos para o dispositivo móvel baseado no Linux e focado na privacidade e segurança.

Manter os drivers de vídeo sempre atualizados no Linux Mint também é algo muito importante, seja para os donos de placas de vídeo AMD ou para aqueles que fazem uso dos gráficos integrados da Intel. Ao fazer isso, você tem acesso de forma mais rápida e fácil a correções e melhorias de desempenho envolvendo jogos, bem como a novos recursos e melhor suporte para a sua GPU.

Lançado há quase um ano, o VLC 3.0 foi um grande lançamento, que chegou trazendo novos recursos e melhorias importantes para o reprodutor multimídia. Contudo, ainda existem mais novidades chegando ao aplicativo que devem torná-lo ainda mais moderno, além de aprimorar ainda mais a experiência do usuário.