Seguindo a sequência de lançamentos dos sabores oficiais do Ubuntu, foi lançado nesta quinta-feira (17), o Xubuntu 19.10, que chega trazendo o recém-lançado Xfce 4.14, o Linux Kernel 5.3 e o mais moderno aplicativo Xfce Screensaver, que substitui o utilitário de bloqueio de tela Light Locker, usado desde o Xubuntu 16.04 LTS, além de se integrar melhor ao ambiente gráfico.

Após seis meses de desenvolvimento, foi oficialmente lançado o Ubuntu 19.10 (Eoan Ermine), a 31ª versão do sistema operacional lançada desde 2006. Ele será suportado por 9 meses pela Canonical, com atualizações contínuas de segurança e correções, e será seguido pelo Ubuntu 20.04 LTS ''Focal Fossa'' em abril do próximo ano.

O Kubuntu 19.10 já está disponível para download e, com este lançamento, os usuários podem esperar o ambiente gráfico KDE Plasma 5.16.5 e a suíte de software KDE Applications 19.04.3. Além disso, também está incluído o Qt 5.12.4 LTS, Latte Dock 0.9.3, Elisa 0.4 .2, Krita 4.2.7, Kdevelop 5.4.2, Ktorrent 5.1.2, bem como Kdenlive e Yakuake 19.08.1.

Foi lançado nesta quinta-feira (17) o Ubuntu MATE 19.10, que chega trazendo suporte para XPresent adequado no gerenciador de janelas para corrigir problemas com screen tearing, melhora ainda mais os frame times nos jogos, adiciona cantos invisíveis às janelas, corrige a renderização HiDPI e melhora a navegação com o atalho de teclado Alt+Tab.

Pegando todos de surpresa, a Feral Interactive, desenvolvedora responsável pela chegada de diversos jogos AAA na plataforma Linux, atualizou seu port de Middle-earth: Shadow of Mordor, lançado no sistema do pinguim em 2015, com suporte beta para a Vulkan. De acordo com testes de desempenho realizados pelo site GamingOnLinux, há um aumento significativo na performance do game quando comparado com o OpenGL.

Para aqueles que desejam atualizar do Ubuntu 19.04 para o Ubuntu 19.10, ou seja, sem ter que fazer uma nova instalação      formatar o PC     , para manter seus arquivos, aplicativos e configurações, está lendo o guia certo. O Ubuntu 19.10 é a versão mais recente com suporte de curto prazo, o que significa que receberá atualizações de segurança e correções por 9 meses.

O Ubuntu 19.10 (Eoan Ermine) ainda não saiu, mas a Canonical já está planejando o próximo grande lançamento do seu popular sistema operacional, o Ubuntu 20.04 LTS, que deve ter o codinome "Focal Fossa", com esse último nome, segundo o Wikipedia, sendo um mamífero carnívoro semelhante a um gato, encontrado regularmente em Madagascar, e é relacionado à família do mangusto.

Nos últimos dois anos, a Intel vem trabalhando no novo driver "Iris" com arquitetura Gallium3D para oferecer suporte aos gráficos Broadwell "Gen8" e mais recentes como substituto eventual ao seu driver clássico i965 de longa data. Mas, com a chega dos gráficos Tiger Lake "Gen12" Xe, na verdade, apenas o Iris será usado, tornando-se o padrão com a chegada do Mesa 20.0.

A próxima versão do Pacman, a 5.2, trará suporte para a compactação de pacotes com Zstd (Zstandard), o algoritmo de compressão de dados sem perdas do Facebook, o que, em última análise, fornecerá instalações de pacotes mais rápidas no Arch Linux, que agora está seguindo os mesmos passos de outras distribuições Linux que adotaram o Zstd e estão tendo bons resultados.

Embora exista um número cada vez maior de pessoas contribuindo com o código dos drivers open source do Linux, com muitas delas estando ligadas a empresas como a Valve e Red Hat, o atual cenário é muito diferente quando se trata do lado de input do Linux, onde apenas um desenvolvedor vem trabalhando nas melhorias nos últimos anos.

Depois de dias de espera para que a Google pudesse analisar a versão mais recente do WireGuard, o aplicativo de VPN foi reprovado e as versões mais antigas totalmente removidas da Play Store. De acordo com Jason Donenfeld, principal desenvolvedor do WireGuard, o motivo para a empresa tomar a decisão foi apenas um link para os usuários contribuírem com doações.

A Google revelou na última terça-feira (15), durante seu evento Made by Google ’19, onde são apresentadas diversas novidades da companhia, que o Stadia, seu serviço de streaming de jogos que faz uso do Linux e Vulkan, será lançado oficialmente em 19 de novembro, mas apenas para aqueles que fizeram a pré-compra do Founder's Edition ou Premiere Edition.

Enquanto nos últimos tempos a Microsoft vem investindo pesado no mundo open source, a citação “Linux é um câncer”, de Steve Ballmer, ex-CEO da empresa, ocasionalmente continua martelando na cabeça de algumas pessoas, especialmente de clientes que não tem necessariamente certeza de que a gigante do software sediada em Redmond, que se expande em direção ao código aberto, é o caminho certo a seguir.

A próxima versão do sistema operacional da Canonical, o Ubuntu 19.10 (Eoan Ermine), entrou recentemente no estágio de desenvolvimento conhecido como "Final Freeze" alguns dias antes de seu lançamento final em 17 de outubro. Trata-se da última etapa, o que significa que somente os bugs críticos que afetam as imagens ISO ou os instaladores serão implementados.

O projeto KDE anunciou nesta terça-feira (15) o KDE Plasma 5.17, que chega trazendo vários novos recursos e melhorias, o que inclui suporte para o recurso Night Color no X11, aprimoramentos para multi-monitor e HiDPI, escala fracionária no Wayland, suporte para gerenciar e configurar dispositivos Thunderbolt, notificações aprimoradas com detecção automática de apresentações e suporte ao tema Breeze no navegador Google Chrome.

A desenvolvedora britânica Feral Interactive anunciou hoje, 15 de outubro, que Shadow of the Tomb Raider: Definitive Edition será lançado na plataforma Linux no dia 5 de novembro. Desenvolvido pela Crystal Dynamics e Eidos-Montréal, o jogo foi lançado inicialmente em 14 de setembro de 2018 como o terceiro título da série de reboot da franquia Tomb Raider.

Vale lembrar que os jogadores Linux já podem curtir o game em sua distribuição Linux favorita, mesmo que o titulo ainda não tenha ganhado seu port para o sistema do pinguim. Isso é possível graças ao Steam Play, da Valve. Os requisitos de sistema oficiais para Linux ainda não foram revelados, mas muito provavelmente trata-se de mais um jogo AAA que fará uso da Vulkan.



Shadow of the Tomb Raider: Definitive Edition conta com toda a coleção de DLCs, incluindo The Forge, onde os jogadores deve enfrentar uma tumba inundada de lava, The Pillar, onde é preciso lutar contra tempestades e agentes da Trinity, e The Nightmare, onde é possível explorar a Croft Manor em um julgamento angustiante.

A lista de DLCs incluídos continua com o The Price of Survival, onde os jogadores devem fugir das armadilhas venenosas e ser mais espertos que o líder da Trinity, The Serpent's Heart, os jogadores devem fazer uma pausa na prisão e lutar contra cultistas em seu reduto de montanha, The Grand Caiman, que os jogadores precisam proteger aldeões inocentes de sua divindade irada, e The Path Home, onde os jogadores precisam procurar em túneis antigos os aliados de Lara que desapareceram misteriosamente.

Fique ligado no LinuxBuzz para mais novidade sobre Shadow of the Tomb Raider: Definitive Edition no Linux, como os requisitos de sistema, que devem ser revelados em breve.

A Canonical emitiu para os usuários do Ubuntu uma atualização com correção para uma vulnerabilidade de segurança no comando "sudo". A correção crítica está disponível para todos aqueles usando o Ubuntu 16.04 LTS, 18.04 LTS, 19.04 e 19.10 (e também assume o Ubuntu 14.04 ESR). Para obter o update, você só precisa manter o seu sistema operacional atualizado.

O jogo de ação e aventura em mundo aberto "Pine" foi oficialmente lançado e já pode ser instalado na sua distribuição Linux favorita. A história do game se passa em um mundo, chamado Albamar, onde a humanidade nunca chegou ao topo da escala alimentar. Nele, você joga como Tuhy, um jovem esperto que deverá explorar, negociar e lutar nesse mundo cheio de criaturas muito mais inteligentes do que os seres humanos.