O editor de vídeo gratuito Kdenlive ganhou recentemente mais uma nova versão, a 19.04, que chega trazendo mais melhorias e correções. Além disso, o software passou por uma "extensa reescrita de seu código principal" já que, segundo os seus desenvolvedores, "mais de 60% da base de código foi alterada", melhorando sua arquitetura geral.

Equipado com o estável e bem testado MATE 1.20.4 com algumas melhorias e novos recursos que estão presentes na versão 1.22 do ambiente gráfico, que precisa de mais testes para que possa ser implementada no futuro, o Ubuntu MATE 19.04 (Disco Dingo) adiciona grandes aprimoramentos para os jogadores que são donos de placas de vídeo NVIDIA.

A Canonical lançou hoje, 18 de abril, o Ubuntu 19.04 (Disco Dingo), a versão mais recente de uma das mais populares distribuições Linux do mundo, que agora conta com as mais novas tecnologias e softwares open source. Entre os principais destaques, estão melhorias no desempenho, principalmente por conta da adição do ambiente gráfico GNOME 3.32.

Como relatamos no início da semana passada, o suporte para FreeSync no RADV, driver Vulkan criado pela comunidade para GPUs Radeon, foi atrasado por falta de um sistema de configuração para ativar a tecnologia de taxa variável de atualização da AMD com, por exemplo, jogos em tela cheia ou com outros aplicativos onde o recurso possa ser mais útil.

Os desenvolvedores do Nouveau, driver open source para GPUs NVIDIA no Linux, estão elaborando uma nova extensão para o OpenGL, chamada GL_MESA_debug_operations, para ajudar nos esforços de engenharia reversa dos drivers, tornando mais fácil inserir comandos arbitrários em shaders existentes para entender melhor essas operações em diferentes combinações.


A empresa britânica Entroware atualizou recentemente os componentes de hardware de alguns dos seus modelos de laptops Athena, Helios, Proteus e Zeus, que agora contam com as mais recentes GPUs NVIDIA GeForce RTX série 20 e a 8ª e 9ª geração de CPUs Intel, com alguns dos dispositivos agora contando com processador Core i7 8750H com 6 núcleos e 12 threads.

No final do ano passado, foi anunciado que a NVIDIA estava desenvolvendo um backend da implementação EGLStream para o gerenciador de janelas KWin, similar aos esforços em obter suporte no compositor Mutter, do GNOME. Agora, após meses em revisão, o backend, que conta com pouco menos de mil linhas de código, foi finalmente incorporado ao KWin.

Foi lançado na última segunda-fera (15) mais uma nova versão do DXVK, a 1.0.3, que chega trazendo mais correções e melhorias para rodar mais jogos do Windows que fazem uso do Direct3D 10/11 no Linux usando a API gráfica Vulkan. Entre os destaques, podemos citar que as DLLs do DXVK agora incluem informações sobre a versão que podem ser usadas por alguns games.

Foi lançado no último final de semana o Wine-Staging 4.6 como os mais recentes patches experimentais agora baseados no mais recente Wine 4.6. Esta atualização do Wine-Staging é bastante emocionante por si só, especialmente por trazer melhor desempenho para jogos e aplicativos que fazem uso do multithread.

Foi lançado na última sexta-feira (12) mais uma nova versão de desenvolvimento do Wine, a 4.6, que chega para dar o primeiro passo em direção da criação de um backend Vulkan para o WineD3D. Isso permitirá que o Direct3D 11 e versões anteriores sejam executados sobre a Vulkan      o que permitirá um melhor desempenho, em vez da camada atual de tradução do Direct3D para o OpenGL do WineD3D.

O pessoal por traz do Flatpak lançou na última sexta-feira (12) uma nova versão estável de sua estrutura de sandboxing e distribuição de aplicativos Linux, que agora implementa um novo método de instalação baseado no sistema de arquivos FUSE personalizado. O motivo que levou a mudança acontecer foi o fato de que o método anterior causou entrada e saída de dados (I/O) desnecessária e usou mais espaço em disco.

Recentemente, o Ubuntu 19.04 (Disco Dingo) entrou no último estágio de seu processo de desenvolvimento, chamado "Final Freeze", o que significa que agora serão implementadas apenas correções para os bugs críticos que possam afetar o lançamento do sistema operacional, além de ser um indicativo de que os lançamentos Release Candidate (RC) estarão disponíveis em breve para testes públicos.

A NVIDIA lançou nesta quinta-feira (11) uma nova atualização para o seu driver fornecendo suporte ao Ray Tracing para GPUs Pascal que não são da linha RTX. Embora a NVIDIA tenha focado firmemente em divulgar que o recursos só está disponível com o DirectX 12, o trabalho da empresa também inclui o suporte para a Vulkan, ativando a extensão VK_NV_ray_tracing.

O líder do projeto Ubuntu MATE, Martin Wimpress, anunciou na última segunda-feira (8) que o sistema operacional Ubuntu MATE nas versões 18.04.2 LTS, que conta com a mais recente atualização da pilha de habilitação de hardware (HWE), e 19.04 (Beta) agora estão disponíveis para os pequenos computadores GPD Pocket e GPD Pocket 2.

Quando a Microsoft anunciou que estava mudando a base do Edge para o Chromium, alguns se perguntaram se a empresa poderia permitir que o navegador também fosse lançado no Linux. Acontece que a primeira versão de desenvolvimento (apenas para Windows) do browser foi disponibilizada para download nesta semana, anunciando também que uma versão para o macOS está chegando "muito em breve". Mas e o Linux?

Foi lançado recentemente o GIMP 2.10.10, que chega trazendo diversas melhorias e novos recursos para aprimorar ainda mais a experiência dos usuários. Entre os destaques, podemos mencionar que a ferramenta de preenchimento recebeu um novo modo chamado “Detecção de arte por preenchimento”, também conhecido como "Coloração Inteligente".