Se você curte jogos de quebra-cabeça, ficará feliz em saber que Queen's Quest 5: Symphony of Death, da Giant LTD e Artifex Mundi, foi lançado hoje (18) no Steam e o melhor de tudo é que o game também possui suporte oficial para a plataforma Linux. O título possui gráficos de encher os olhos e um enredo que parece bem interessante.

No final deste mês fará dois anos desde o lançamento oficial do OpenGL 4.6 e, à frente dessa data, parece que o Mesa finalmente conseguirá completar sua implementação da API gráfica, pelo menos no que diz respeito ao suporte de driver gráfico open source da Intel. Acontece que a pilha gráfica está a apenas seis patches do OpenGL 4.6!

Os desenvolvedores do openSUSE vem trabalhando há algum tempo em um esforço para habilitar o Link-Time Optimizations (LTO) por padrão para seus pacotes, enquanto agora, finalmente, com a mais nova versão do openSUSE Tumbleweed, esse objetivo foi alcançado. Entre as distribuições Linux que já fazem uso do recurso está, por exemplo, o Clear Linux, da Intel.

A suíte de escritório open source e multiplataforma OnlyOffice ganhou recentemente mais uma nova versão, a 5.3, que chega trazendo vários aprimoramentos e novos recursos, aperfeiçoando ainda mais a experiência do usuário. Entre os destaques, está o suporte para fazer edições simples em imagens diretamente no documento sem plugins de terceiros.

Uma nova solução disponível para o Ubuntu 18.04 LTS (a versão recomendada para uso com o Windows Subsystem for Linux) promete oferecer uma experiência mais integrada com o sistema operacional rodando no Windows Subsystem for Linux (WSL). Trata-se do meta-pacote ubuntu-wsl, anunciando recentemente por Balint Reczey, da Canonical.

Foi lançada nesta terça-feira (16) a versão beta do próximo Linux Mint 19.2 "Tina", estando disponível nas edições Xfce, MATE e Cinnamon. O lançamento oficial só deve acontecer no próximo mês e os usuários que optarem em testar o beta poderão atualizar para a versão estável tranquilamente assim que ela estiver disponível para a instalação.

Graças ao trabalho realizado pelos engenheiros da Red Hat para o Fedora nos últimos ciclos de desenvolvimento da distribuição Linux, a Canonical poderá implementar no próximo Ubuntu 19.10 (Eoan Ermine) melhorias no boot do sistema operacional rodando com gráficos da Intel, o que deve permitir oferecer aos usuários uma experiência de inicialização sem oscilações.

O jogo de sobrevivência ambientado na era jurássica "Path of Titans" está fazendo um bom progresso e, felizmente, os desenvolvedores estão agora comprometidos com os trabalhos na versão do game para a plataforma Linux, com a equipe por traz do título compartilhando mais detalhes sobre o trabalho feito recentemente no suporte para o sistema do pinguim.

Em meados de setembro do ano passado, foi descoberto o codinome "Arcturus", da AMD, que supostamente seria o nome dado a um sucessor da microarquitetura Navi, mas que depois foi esclarecido que seria usado como um codinome de ativação de hardware para o driver gráfico do Linux. Agora, novos patches chegaram ao AMDGPU, driver do kernel Linux, implementando o suporte e revelando mais detalhes sobre Arcturus.

Se você é daqueles que são fãs de jogos retrô, certamente ficará feliz em saber que o famoso front-end para emuladores RetroArch estará disponível para instalação através do Steam, com a versão para Windows estando disponível a partir de 30 de julho e as versões para Linux e macOS chegando logo após o lançamento inicial, esperamos que ainda em meados do mês agosto.

A SoftMaker preparou uma grande atualização, chamada “anniversary update”, para a sua suíte de escritório FreeOffice, que promete trazer suporte para os arquivos do Microsoft Office 2019. Isso basicamente significa que todos os três aplicativos da família, ou seja, o TextMaker, PlanMaker e Presentations, são totalmente compatíveis com documentos criados no Office 2019, permitindo que os usuários abram, editem e salvem em formatos como o .docx.

Faltando menos de dois meses para a conferência anual Akademy, do projeto KDE, que este ano será realizada em Milão, na Itália, os trabalhos no desenvolvimento do ambiente gráfico KDE Plasma continuam a todo vapor. O desenvolvedor Nate Graham escreveu mais um de seus posts semanais em seu blog destacando o interessante progresso feito recentemente.

A mudança proposta para não construir mais os pacotes x86 de 32 bits (i686) do kernel Linux, começando com o lançamento do Fedora 31 no final deste ano, foi aprovada na última sexta-feria (12) durante a reunião Fedora Engineering and Steering Committee (FESCo). Além disso, o projeto também pode começar a remover alguns repositórios de 32 bits. A decisão pode por fim a novas instalações de 32 bits com futuras versões da distribuição Linux.

Foi lançado no último sábado (11) o DXVK 1.3, que chega trazendo mais otimizações e novos recursos para esta implementação que permite rodar jogos Direct3D 10/11 sobre a API gráfica Vulkan no Linux. Entre os destaques, está a adição do suporte para a extensão VK_EXT_shader_demote_to_helper_invocation para implementar a instrução "discard" dentro dos shaders, podendo ajudar no desempenho de alguns jogos.

Se você é daqueles que ainda não saíram do Ubuntu 18.10, é bom ficar esperto, já que o suporte oficial do sistema operacional será encerrado na próxima semana, mas precisamente em 18 de julho de 2019. A recomendação agora é de que os usuários atualizem o mais rápido possível para o mais recente Ubuntu 19.04 Disco Dingo para continuar recebendo atualizações de segurança e correções.

A AMD lançou nesta sexta-feira (12) uma nova correção de BIOS para seus parceiros de placa-mãe que promete corrigir o problema envolvendo a inicialização de distribuições Linux mais recentes com os seus novos processadores Ryzen 3000. Felizmente, a empresa conseguiu entregar a correção para os seus parceiros em menos de uma semana após iniciar os trabalhos na solução.

O editor de vídeos gratuito Kdenlive ganhou mais uma nova versão com mais de 70 correções de bugs, a 19.04.3, que é o terceiro lançamento da série 19.04.x com o código ​​"refatorado", além de ser considerada também a última atualização menor, já que um novo “lançamento importante” está a menos de um mês de distância.

O plugin Snap para o GNOME Software está sendo desativado no Fedora 31, o próximo grande lançamento da distribuição Linux. De acordo com o desenvolvedor Richard Hughes, da Red Hat, durantes os testes, o plugin ainda apresentou alguns problemas, o que pode comprometer a experiência dos usuários alongo prazo.