Lançado o ambiente gráfico MATE 1.10 Desktop Environment


Esta nova versão do ambiente gráfico MATE Desktop Environment representa mais de um ano de trabalho. Agora os desenvolvedores de distribuições Linux, que trazem a interface, já podem lançar atualizações para que os usuários possam ter acesso ao MATE 1.10 Desktop Environment.

Como de costume, os desenvolvedores do Arch Linux estão entre os primeiros a adicionar os pacotes do MATE 1.10 já em seus repositórios de software padrão do sistema, por isso, se você está utilizando o Arch Linux, já pode atualizar para esta nova versão do MATE.

"Depois de 15 meses de desenvolvimento da equipe MATE desktop, estamos orgulhosos de anunciar o lançamento do desktop MATE 1,10", diz Martin Wimpress no anúncio de lançamento. "Gostaríamos de agradecer a cada contribuinte MATE e usuário."

Novidades do MATE 1.10 Desktop Environment

Características proeminentes do ambiente de desktop MATE 1.10 incluem suporte para GTK+ 2.x e 3.x GUI toolkits, embora o GTK+ 3 é de apoio experimental, nesta fase, e suporte para arquivos EPUB foi adicionado ao visualizador de documentos Atril.

O gerenciador de arquivos Caja agora inclui um gerenciador de extensão, permitindo que os usuários tenham a possibilidade de habilitar ou desabilitar plugins durante a execução, e a libmatemixer (biblioteca mixer de áudio) já foi incluída para que você possa interagir com a funcionalidade da biblioteca de Mixer de som PulseAudio, OSS e ALSA.


FONTE: Softpedia


COMENTÁRIOS