AMD também está planejando suportar o GLVND para facilitar a instalação de seus drivers


A AMD está planejando suportar o OpenGL Vendor Neutral Dispatch Library (GLVND) em seu driver de vídeo para a plataforma Linux. Com a nova tecnologia, será possível facilitar a instalação e manutenção do software oferecido pela empresa, além de permitir que outros drivers OpenGL diferentes possam coexistir no mesmo sistema, como o da concorrente NVIDIA e, até mesmo, sem causar estragos nos arquivos da biblioteca open source de gráficos 3D Mesa.

O GLVND já tem estado em desenvolvimento há alguns anos pela NVIDIA como parte de um novo Linux OpenGL ABI. O primeiro driver da empresa a chegar com essa nova tecnologia já implementada foi o NVIDIA 361.16 Beta, lançado no início deste mês. Além disso, a NVIDIA tem mantido o OpenGL Vendor Neutral Dispatch Library como um projeto open source, provavelmente o principal motivo para a AMD se mostrar interessada.

Como já mencionado anteriormente, com este novo formato, os diferentes drivers proprietários não irão substituir um ao outro e nem causar estragos nas bibliotecas do Mesa, porém, para que tudo funcione como esperado, os outros drivers OpenGL também precisam optar pelo GLVND.


"Estamos interessados em implementar o suporte para o LIBGLVND agora que ele atendeu um nível razoável de integridade e estabilidade. Estamos no processo de avaliação para sabermos quando podemos adicionar o suporte para o nosso roteiro", afirma a AMD ao site Phoronix.

Não parece muito arriscado afirmar que, em um futuro não muito distante, será mais fácil lidar com a instalação de drivers OpenGL na plataforma Linux. Sem falar que os usuários não mais temerão em danificar o sistema ao desinstalar algum driver proprietário, pois esses não mais substituirão a biblioteca libGL.so, graças ao GLVND.


FONTE: Phoronix
IMAGEM: Phoronix

COMENTÁRIOS