Servidor de exibição Mir no Ubuntu 16.04 LTS terá suporte total à API Vulkan


A nova API gráfica Vulkan está roubando toda a atenção no mundo Linux e com razão. É um salto incrível em frente para a plataforma de código aberto, mesmo que Vulkan seja tecnicamente desenvolvida para todos os principais sistemas operacionais do mercado, como é o caso do Ubuntu que já na sua próxima versão, a 16.04, o servidor de exibição Mir terá suporte total à nova API.

Ao que pudemos ver, mesmo com a indústria de hardware bem ciente do cronograma para o lançamento da Vulkan 1.0, houve alguém surpreso com o anúncio e algumas empresas não estavam prontas e com seus drivers disponíveis, ou seja, sem um suporte adequado. É verdade que algumas delas tem disponibilizado drivers Beta, mas deveria existir mais companhias nesta lista.

Contudo, isso não significa que as empresas e os desenvolvedores não devem se preparar para ela. É por isso que a Canonical pretende ter suporte total para a API Vulkan no seu servidor de exibição de próxima geração, o Mir, isso em tempo para o lançamento do Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus).

"É oficialmente disponível [se referindo ao lançamento da Vulkan]. O suporte total no servidor de exibição Mir estará chegando a tempo para a inclusão no Ubuntu 16.04", diz Stephen M. Webb, engenheiro de software da Canonical, em seu perfil oficial no Google+.

Esta não é exatamente uma surpresa, já que a Canonical também está em negociações com a NVIDIA, Intel e AMD, isso porque os desenvolvedores do Ubuntu precisam que estas fabricantes de hardware passem a fornecer suporte em seus drivers para o novo servidor de exibição Mir.

O Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus) está previsto para ser lançado em 21 de abril e, provavelmente, terá duas versões, uma com o Unity 7 e Xorg, e outra com o Unity 8 e Mir.


FONTE: SoftpediaStephen M. Webb/Google+

COMENTÁRIOS