Lançado o Clementine 1.3 com mais melhorias e correções, um total de mais de 150 alterações


Foi lançada na última sexta-feira (15) mais uma nova versão estável do player de músicas Clementine, a 1.3, uma prova de que o projeto permanece ativamente desenvolvido e ainda recebe novos recursos e funcionalidades. De acordo com as notas de lançamento, há 150 alterações, e entre as principais, está o suporte para o servidor de armazenamento em nuvem Seafile 4.4.1 ou mais antigo e para o serviço de rede social Vk.com.

Além disso, há um novo analisador "Rainbow Dash", a compatibilidade Ampache é fornecida através do serviço Subsonic, o modo "Psychedelic Colour" foi adicionada para todos os analisadores e o suporte para o aplicativo Clementine Remote para dispositivos Android é agora está disponível para os usuários para permitir o controle do player de músicas remotamente.

Removido o suporte para Ubuntu One e GrooveShark

Entre outras mudanças implementadas no Clementine 1.3, podemos citar a remoção do suporte para o serviço de armazenamento em nuvem obsoleto Ubuntu One, da Canonical, e da ferramenta de streaming de músicas GrooveShark, bem como para o banco de dados e loja de arquivos de áudio Discogs e para a rádio online Radio GFM.

O backend multimédia GStreamer 1.0 agora é suportado por Clementine, juntamente com o editor de meta-dados TagLib 1.10.0. Além disso, diversos bugs reportados por usuários desde o lançamento estável anterior, o Clementine 1.2, foram corrigidos, novas fontes de letras estão disponíveis, agora há suporte m4b para arquivos livre de DRM e os usuários vão encontrar dois novos equalizadores, HipHop e Kuduro.

Para mais detalhes sobre todas as novidades implementadas no Clementine 1.3, confira as notas de lançamento clicando aqui. Os links para download e instruções para instalação podem ser encontradas no site oficial do projeto.


FONTE: Softpedia | Clementine

COMENTÁRIOS