Equipe do Lubuntu afirma estar pronta para migrar para o LXQt


O líder da equipe do Lubuntu, Simon Quigley, revelou na última sexta-feria (12) que, finalmente, os desenvolvedores de um dos sabores oficiais mais leves do Ubuntu estão prontos para começar a migrar o sistema operacional para o medular e rápido ambiente gráfico LXQt, que nada mais é que um fruto da junção de dois grandes projetos: LXDE e Razor-Qt.

Como seu próprio nome sugere, o LXQt é baseado nas mais recentes tecnologias do Qt, mas não o GTK, utilizado pelo LXDE atualmente. Algumas pessoas até arriscam a afirma que o ambiente gráfico irá substituir o LXDE em algum ponto no tempo, por isso não é atoa que distribuições Linux que usam o LXDE comessem a migrar para o LXQt o mais rápido possível.

O ambiente gráfico LXQt.
O ambiente gráfico LXQt.

"A equipe do Lubuntu está pronto para iniciar o processo de migração para o LXQt e uma das primeiras partes da migração está recebendo uma imagem para se mover. Nós preparamos o metapackage lubuntu-qt-desktop e estamos prontos para uma imagem", diz Simon Quigley em nome da equipe Lubuntu.

Lubuntu 16.10 (Yakkety Yak) pode chegar com o LXQt

Até hoje, a equipe do Lubuntu hesitava em migrar do ambiente gráfico LXDE porque o LXQt ainda estava em desenvolvimento. No entanto, a versão mais recente, LXQt 0.10.0, é atualmente a mais estável, mas o trabalho não vai parar aqui.

Considerando o fato de que o ciclo de desenvolvimento do Lubuntu 16.10 (Yakkety Yak) está em andamento, agora é o melhor momento para que a equipe por traz do sistema operacional inicie o processo de migração para o Lightweight Qt Desktop Environment (LXQt) que, se as coisas correrem de acordo com o planejado, pode ser a interface padrão no Lubuntu 16.10.

Os desenvolvedores já estão tentando lançar as primeiras imagens Live ISO do Lubuntu com o ambiente gráfico LXQt para testes públicos, caso seja aprovadas por Adam Conrad, da Canonical. Como de costume, assim que saírem mais novidades, manteremos você informado.


FONTE: Softpedia | Ubuntu

COMENTÁRIOS