Steam VR vai finalmente suportar a plataforma Linux e deve usar a API Vulkan


Não faz muito tempo que o HTC Vive, óculos de realidade virtual fruto de uma parceria entre a Valve e HTC, foi lançado, estando disponível para os consumidores interessados na tecnologia VR oferecida por ambas as empresas. Desde então, muito se falava que a plataforma Linux também seria oficialmente suportada pelo Steam VR. Mas foi somente nesta quarta-feira (12), durante o evento Steam Dev Days, que a primeira demo para o sistema do pinguim foi apresentada.

Para quem ainda não conhece o Steam Dev Days, saiba que é um evento da Valve, realizado em Seattle, voltado para desenvolvedores que, até amanhã (13), irá apresentar as novidades da empresa voltadas para quem cria conteúdo para o Steam. Aproveitando a ocasião, a companhia de Gabe Newell também revelou algumas novidades, no mínimo, interessantes. Isto é, além do suporte ao Steam VR no Linux, a tecnologia também fará uso da API Vulkan, o que pode proporcionar um melhor desempenho para os usuários Linux.

Ao que tudo indica, a Valve estava esperando que os drivers Vulkan para Linux chegassem a um ponto em que estivessem estáveis o suficiente para que o sistema do pinguim fosse capaz de suportar a tecnologia VR, principalmente quando a API deve ser o futuro dos jogos no Linux. Confira abaixo uma imagem da demo VR rodando no Linux:

 
Como não poderia ser diferente, quem também marcou presença no evento da Valve foram as Steam Machines em uma área dedicada apenas para elas, estando disponíveis para quem quiser experimentar e curtir aquela jogatina.



Diferente do que muita gente pensa, os planos da Valve para o sistema do pinguim ainda não chegaram ao fim, muito menos para o SteamOS ou para qualquer outro esforço realizado pela empresa para o universo open source. Muita coisa boa ainda está por vir e, quando isso acontecer, estaremos aqui para manter você informado.
 
 
FONTE: GamingOnLinux | Phoronix
IMAGENS: Kevin Lee/Twitter | Bit Space Dev/Twitter

COMENTÁRIOS