Lançado o Mozilla Firefox 51 com suporte para FLAC e para o novo padrão WebGL 2


Foi lançado recentemente mais uma nova versão  do navegador da Mozilla trazendo mais melhorias e novos recursos para os usuários de todas as plataformas suportadas, o que inclui Windows, macOS e Linux. Estamos falando do Firefox 51 que, entre os seus principais destaques, está o suporte para o novo padrão aberto WebGL 2, sendo o primeiro browser a contar com a API.

Se você ainda não conhece o WebGL, saiba que se trata de um padrão para renderizar gráficos 3D na Web. É baseado no OpenGL ES, provavelmente a API mais usada pelos desenvolvedores de jogos mobile. Até a chegada da versão 51 do "navegador da raposa", estava disponível apenas o WebGL 1, com base no OpenGL ES 2, mas agora todos os usuários do navegador, tanto das versões Developer Edition e Nightly, que já tinham acesso à novidade, como da versão estável, poderão aproveitar todos os recursos oferecidos pelo WebGL 2, que é baseado nas especificações do OpenGL ES 3.0, garantindo melhores gráficos e desempenho.

Caso você esteja curioso e queira experimentar agora mesmo o WebGL 2 rodando no Firefox 51, basta visitar este link. Você terá acesso a uma demo chamada de After the Flood, criada pela desenvolvedora de jogos em nuvem PlayCanvas. No vídeo abaixo é possível ver a mesma demo sendo executada na nova versão do browser:



"Expandindo a base estável do WebGL 1, o WebGL 2 permite que os criadores de conteúdo aproveitem recursos mais modernos de renderização acelerada, como feedback de conversão, a funcionalidade de texturização expandida e suporte a renderização multisampled. Isso tornará possível para os desenvolvedores criar conteúdo visual mais sofisticado e envolvente na web", explica Nick Nguyen, da Mozilla.

Entre outros destaques do navegador, está finalmente o suporte para o codec de áudio FLAC (Free Lossless Audio Codec) em ambos os containers .flac e .ogg, bem como em MP4, agora existe uma nova mensagem de aviso para alertar o usuário quando ele estiver fazendo login através de uma conexão insegura e foi implementada a biblioteca de gráficos 2D Skia para a renderização de conteúdos no Linux.

Além disso, há um melhor desempenho de CPU e de vídeo para usuários sem aceleração de GPU, um novo botão de zoom na barra de URL que permite visualizar em tempo real o nível de zoom da aba em destaque, a capacidade de visualizar senhas antes de serem salvas no gerenciador de senhas do navegador e a maior confiabilidade da sincronização de dados do browser.

Se você quer por as mãos no Mozilla Firefox 51 o quanto antes, não se preocupe, a nova versão do navegador deve estar disponível nos repositórios da sua distribuição Linux muito em breve.


FONTE: Mozilla[1]  [2]

Comentários