Devs do Ubuntu agora começam a testar o Wayland em GPUs AMD, NVIDIA e Intel


Em seu relatório publicado na semana passada, Will Cooke, líder da equipe do Ubuntu Desktop, revelou o fato de que os desenvolvedores do sistema operacional da Canoncal já estão trabalhando duro para a implementação de uma infraestrutura de teste com base em MAAS (Metal as a Service) da empresa com tecnologias TestFlinger para testar o servidor de exibição de próxima geração Wayland em vários cenários com uma ampla gama de hardwares.

Com isso, os desenvolvedores poderão ter acesso a várias placas de vídeo da AMD e NVIDIA, o que inclui também os gráficos integrados da Intel para testar o Wayland com o ambiente gráfico GNOME para o próximo sistema operacional Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark).

"Estamos trabalhando na infraestrutura de testes para que possamos executar nossos testes em uma variedade de hardware físico usando MAAS e TestFlinger. Isso nos dará testes em computadores com chips gráficas Intel, AMD e Nvidia. Este trabalho será essencial para testar o suporte do Wayland", explica Will Cooke.

Como já relatamos em um outro artigo, as builds diárias de desenvolvimento do Ubuntu 17.10 já trazem o GNOME como o ambiente gráfico padrão, o que inclui também uma sessão Wayland, substituindo de vez o Unity 7.

Que conferir de perto o desenvolvimento do Ubuntu 17.10 (Artful Aardvark)? Você pode fazer download do sistema operacional clicando aqui. Mas lembre, as "Daily Build" do Ubuntu 17.10 são apenas para fins de testes, ou seja, erros são mais que esperados.


FONTE: Softpedia | Ubuntu Insights

Comentários