Conheça 6 dos novos recursos e melhorias presentes na próxima versão do Budgie Desktop


Em breve, a versão GTK+ do Budgie Desktop deve ganhar uma nova atualização, a 10.4, que trará vários novos recursos e melhorias para o ambiente gráfico. O principal desenvolvedor do projeto (mas não significa que é o único desenvolvedor), Ikey Doherty, bem como da distribuição Linux Solus, revelou mais alguns detalhes sobre as novidades que devem chegar em breve no Budgie, confira 6 delas agora mesmo!

1. Modo dock para o painel

Por padrão, o Budgie conta com um painel, localizado na parte superior da tela, que possui um applet como gerenciador de tarefas com ícones para que você possa gerenciar seus aplicativos abertos facilmente. Embora esta seja uma abordagem perfeitamente útil, não é para todos os gostos ou fluxos de trabalho, um dos principais motivos para que o Ubuntu Budgie ofereça o popular aplicativo de dock Plank por padrão.


Mas, embora o Plank seja um ótimo aplicativo, no futuro não será mais necessário. A próxima atualização do Budgie adiciona uma opção de modo dock que transforma qualquer painel na área de trabalho em uma dock com um estilo tradicional no qual os usuários já estão acostumados.

2. Painéis verticais

Atualmente, embora já seja possível adicionar um painel extra na área de trabalho, infelizmente, ainda não é possível obter painéis verticais na atual versão do ambiente gráfico.


Não será assim na próxima versão. Você poderá adicionar e mover painéis para qualquer lado da tela. Também será possível, até mesmo, adicionar um painel de cada lado da tela, se assim você desejar. E, apenas no caso de você estar curioso, a resposta é sim: a barra lateral Raven irá ancorar automaticamente em um painel esquerdo (embora seja automaticamente padrão para um painel direito, se você tiver um na tela).

3. Painel transparente

Outra característica relacionada ao painel que os amantes do Budgie gostariam de ver no ambiente gráfico: a transparência do painel.

Com a chegada da nova versão do Budgie, você poderá escolher se um painel é transparente e quando isso deve acontecer, escolhendo uma das três opções: nunca (ou seja, sem transparência); dinâmico (quando uma janela é maximizada ou em mosaico) e sempre - na transparência.

4. Applet de luz noturna

Assim como já acontece com os ambientes gráficos GNOME e KDE Plasma, bem como no Windows 10 e (agora) Chrome OS, o Budgie ganhará um filtro de luz azul para ajudar a evitar a tensão ocular e melhorar o sono. A configuração pode ser feita através de um applet, como mostra a imagem abaixo:


5. Novo painel de configurações

Como parte de um esforço para simplificar a experiência do Budgie e permitir uma maior personalização, o ambiente gráfico ganhará um painel de configurações totalmente dedicado. Você ainda poderá acessar recursos familiares como aparência, fontes e applets de painel.


Além disso, na imagem acima, é possível conferir mais recursos que estarão presentes na próxima versão do ambiente gráfico, como uma seção para adicionar e gerenciar aplicativos de inicialização automática e uma opção para personalizar o ícone do menu de apps.

6. Melhorias no menu de aplicativos

O menu de aplicativos do Budgie oferece uma maneira rápida e fácil de encontrar e acessar apps, com caixa de buscas e filtragem baseada em categoria. No próximo lançamento, você pode esperar que o menu seja ainda mais rápido, um pouco mais inteligente em encontrar aplicativos com base no tipo de arquivo (por exemplo, digite MP3 e veja músicas).


Além disso, o menu também foi re-implementado como um BudgiePopover em vez de um GtkPopover. Isso soa como algo técnico, mas, segundo a equipe de desenvolvedores, corrigirá alguns problemas irritantes.

E ai, o que você achou das novidades que chegarão com a próxima versão do Budgie? Infelizmente, ainda não foi divulgada uma data de lançamento, mas, quando isso acontecer, manteremos você informado.


FONTE: OMG! Ubuntu!

Comentários