Librem 5 pode ser o seu próximo smartphone com Linux


Após duas campanhas financeiras bem sucedidas para a fabricação de dois modelos de notebooks com o sistema do pinguim, focados em segurança e visando ser tão open source quanto possível, a Purism está agora focando todos os seus esforços em um novo smartphone com Linux que, caso tudo dê certo, pode ser lançado em meados de 2019.

Chamado de Librem 5, o dispositivo é descrito pela empresa como um smartphone com a "segurança focada no design" e na proteção da privacidade por padrão. Contudo, está ainda não é a parte mais curiosa: o aparelho não estará rodando o Android AOSP, Jolla/Sailfish ou alguma das opções disponíveis na comunidade, como um fork do Unity 8, mas sim um sistema operacional baseado nas tecnologias GNU/Linux criado pela própria empresa, chamado atualmente de PureOS, mas, de acordo com a empresa, também será possível usar o Fedora, Debian, SUSE e Ubuntu, entre outras distribuições Linux.

"Queremos oferecer uma pilha pura e unificada, e não um sistema operacional móvel com bits proprietários ou uma pilha de middleware completamente diferente. Queremos apoiar os esforços da comunidade GNOME (assim como a do KDE) e permitir que qualquer GNU+Linux funcione fora da caixa, fornecendo melhorias de linha principal que funcionem não apenas no celular, mas em todo o espectro do dispositivo.


No momento, a Purism está pretendendo oferecer a experiência de usuário com o GNOME/GTK, porém, no futuro, a empresa pode mudar para o Plasma Mobile, mas, no entanto, independente de qual for o ambiente gráfico escolhido, os aplicativos escritos em Qt também serão suportados. Outro detalhe que merece destaque é que o dispositivo também terá suporte para a convergência mobile-desktop.


Enquanto ambos os aplicativos GTK e Qt serão suportados, a companhia também promete uma boa experiência com web apps escritos com HTML5. Além disso, o dispositivo também poderá ser o primeiro a suportar a comunicação descentralizada.

Especificações e características

No lado do hardware, embora a empresa ainda esteja trabalhando com esses detalhes, já é possível saber algumas especificações. O smartphone será construindo sobre o CPU i.MX6 ou i.MX8, oferecerá uma tela touchscreen de 5 polegadas, 3 GB de memória LPDDR3 e um armazenamento interno de 32 GB eMMC. Entre outras características, está o Bluetooth 4, WiFi 802.11, conexão USB Type-C e GPU Vivante (com o driver Etnaviv).



A Purism pretende ter o dispositivo, que custa US$ 599, pronto para envio no início de 2019. Com isso, a empresa planeja passar a maior parte de 2018 desenvolvendo o PureOS, mas pretende ter essa nova e original pilha de smartphones GNU/Linux feita até o final do próximo ano.

Será que esta nova empreitada da companhia será bem-sucedida onde o Ubuntu Touch e Firefox OS não foram? Você pode conferir mais detalhes sobre o Librem 5 no site oficial da Purism, clicando aqui.


FONTE: Phoronix | Purism

COMENTÁRIOS