Intel publica patches experimentais para o suporte do HDR no Linux com Wayland


A Intel parece estar preparando grandes novidades para os usuários Linux que usam os seus gráficos integrados, especialmente envolvendo o HDR (High Dynamic Range). Enquanto a NVIDIA tem trabalhado no suporte da tecnologia no X.Org Server através de uma nova extensão, chamada "DeepColor", os desenvolvedores da Intel começaram a trabalhar no suporte ao HDR para o servidor de próxima geração Wayland, juntamente com o compositor de janelas Weston.

Os desenvolvedores também estão preparado as mudanças associadas necessárias para o Mesa, o que era de se esperar, já que o driver de vídeo da Intel é open source, estando disponível juntamente com a biblioteca de gráficos 3D.

O trabalho da Intel no suporte ao HDR não deve ser uma grande surpresa, considerando todas as suas outras contribuições open source e, em 2017, eles começaram com as mudanças do HDR para o seu driver DRM do kernel. Agora a empresa está preparando o espaço de usuário para um desktop HDR na plataforma Linux.

Contudo, o código atual de espaço de usuário é considerado apenas uma prova de conceito para suportar o HDR no Wayland, uma adição de protocolo de Wayland para informações de espaço de cores, suporte no compositor Weston e mudanças HDR no Mesa. As alterações HDR no Mesa são para alterações EGL, expondo as extensões EXT_gl_colorspace, suportando algumas extensões EXT_surface do EGL no Wayland, adicionando suporte para a extensão VK_EXT_hdr_metadata no driver Vulkan ANV e outras alterações.

Mais detalhes técnicos sobre este suporte experimental ao HDR no Wayland e Mesa com os gráficos integrados da Intel podem ser encontrados através desta publicação.


FONTE: Phoronix

Comentários