Purism planeja trazer a convergência mobile-desktop para o Librem 5


A Purism, empresa responsável por fabricar e vender computadores com Linux, está atualmente trabalhando no primeiro smartphone totalmente baseado nas tecnologias da plataforma Linux, o Librem 5. Segundo informações reveladas recentemente pela companhia, a equipe de design está pronta para trabalhar na convergência mobile-desktop em todos os dispositivos que executam o sistema operacional PureOS, incluindo o Librem 5 e qualquer um dispositivo criado pela própria fabricante.

"Nossa abordagem de convergência é que o celular é o fator motivador de todas as outras plataformas. Estamos conscientes de que a usabilidade é diferente de uma pequena tela sensível ao toque para um monitor de um laptop com mouse e teclado. Queremos melhorar a experiência do usuário através da facilidade de uso, criando um ambiente gráfico que não requer uma curva de aprendizado íngreme ao alternar entre dispositivos. Esta abordagem também é útil para os desenvolvedores que não desejam manter muitas saídas diferentes. O design móvel traz primeiro eficiência e simplicidade", diz a Purism.

"A aparência geral da interface do usuário que estaremos projetando deverá seguir abordagens atuais de design visual na indústria móvel. Esperamos que nosso design tenha uma estética minimalista por padrão. Estamos começando a trabalhar em um tema escuro (um tema "light" também será projetado)", concluiu.

Confira abaixo algumas imagens publicadas pela Purism que mostram qual aparência a empresa deseja alcançar para a interface gráfica do seu dispositivo móvel e que também estará disponível nos laptops da fabricante. Todos os produtos da empresa rodará o PureOS, que se adaptará dependendo do aparelho em que ele estiver sendo executado:




A empresa também disse que planeja contribuir com todos os seus trabalhos de design UI/UX do Librem 5, para os projetos pai em que o seu trabalho se baseia e permitir que os usuários instalem outros ambientes de desktop no smartphone. Estes incluem o KDE e o GNOME, que se tornaram parceiros da Purism durante a campanha de financiamento no ano passado para o Librem 5.

No entanto, ambos o KDE e GNOME podem oferecer abordagens diferentes para a experiência móvel, e os usuários devem estar cientes disso antes de comprar o dispositivo. Mas isso é bom, já que os usuários poderão controlar o seu dispositivo e seus conteúdos como bem entender.


FONTE: SoftpediaPurism

Comentários