Apesar de estar pronta, a id Software nunca lançou a versão de DOOM 2016 para Linux


Quem já rodou o jogo Doom (2016) no Wine usando a API Vulkan, provavelmente, já deve ter percebido que o desempenho do game é bem semelhante (se não igual) com a performance que é obtida no Windows. Mas isso não é por acaso. Acontece que a id Software desenvolveu o título com a plataforma Linux em mente para que uma versão de Doom para o sistema do pinguim fosse fácil de fazer.

Pelo menos foi o que revelou o desenvolvedor Dustin Land, da id Software, durante uma apresentação da empresa na Game Developers Conference (GDC) 2018 ao falar sobre a API Vulkan, incluindo o quão fácil poderia ter sido feita uma versão de Doom para a plataforma Linux.

"Nós fizemos servidores dedicados para Linux para o Doom 2016 e alguns de nós, que são responsáveis pelo desenvolvimento para Linux no estúdio, decidiram fazer o caminho completo. Tudo o que tivemos que fazer foi mudar a superfície que estamos criando para a versão do Linux e o game apenas rodou bem, fora da caixa e o desempenho foi equivalente. Ter um pequeno driver realmente ajuda muito lá", explicou Dustin Land.

Agora, você pode estar se preguntando: por que não lançaram a versão do jogo para Linux, se o game funcionou tão bem quanto deveria? Provavelmente, está foi uma decisão de gerenciamento de alguém dentro da id Software ou da ZeniMax Media. Nós simplesmente não sabemos de quem partiu esta decisão, de qualquer forma, tudo é muito obscuro.

Você pode ver a apresentação completa da id Software na GDC 2018 no vídeo abaixo:




FONTE: GamingOnLinux

Comentários