Purism executa com sucesso o KDE Plasma Mobile nas placas de testes do Librem 5


A Purism anunciou recentemente que conseguiu executar com sucesso o ambiente gráfico para dispositivos móveis KDE Plasma Mobile nas placas iniciais de desenvolvimento baseadas no SoC i.MX 6 para o próximo smartphone baseado em Linux Librem 5. Além disso, a empresa revelou também que tem trabalhado junto com a comunidade KDE para instalar, executar e habilitar um serviço de provedor de rede móvel no Plasma Mobile em cima da distribuição PureOS, baseada no Debian.

Enquanto o smartphone Librem 5 caminha para se tornar uma realidade, a habilitação inicial do KDE Plasma Mobile foi feita em uma placa de desenvolvimento baseada no SoC i.MX 6, em vez do i.MX8 que será usado na versão final, executando o sistema operacional PureOS instalado, que atualmente é baseado no Debian Testing, além de usar uma sessão Wayland/Weston.



"A placa i.MX 6 começou a executar o PureOS (o que, como você pode saber, é baseado no Debian Testing) com um ambiente Weston em execução. Vários pacotes KDE e Qt foram necessários para o ambiente gráfico KDE Plasma Mobile e alguns pacotes não estavam disponíveis no PureOS, portanto, precisavam ser criados: plasma-phone-components, kpeople-vcard e plasma-settings", diz Heather Ellsworth, Chefe de documentação na Purism.

A empresa revelou que enfrentou vários desafios na sua primeira tentativa de executar o KDE Plasma Mobile na placa de desenvolvimento do Librem 5, incluindo alguns problemas de tela ruim devido ao protocolo zwp_linux_dmabuf ainda não suportado no KDE Plasma, mas os patches upstream já estavam disponíveis e imediatamente foram aplicados.

Outra questão que os desenvolvedores encontraram foi com o cursor do mouse, que é invisível devido ao driver de DRM ainda não fornecer o plano do cursor. Uma solução temporária está em vigor até que o problema seja resolvido quando a Purism receber o hardware do adaptador do touch faltando, de modo que não será necessário usar o ponteiro do mouse tradicional.

As chamadas telefônicas também não podem ser realizadas na atual placa de desenvolvimento devido ao modem atualmente instalado, mas a Purism promete que o Librem 5 terá recursos completos de um smartphone quando for lançado no próximo ano. Até então, a empresa continua dando pequenos passos para a implantação bem-sucedida do KDE Plasma Mobile no Librem 5.


FONTE: Softpedia | Purism

Comentários