Canonical anuncia o Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver), confira o que há de novo


A Canonical anunciou oficialmente hoje o lançamento do seu sistema operacional Ubuntu 18.04 LTS para computadores, IoT e ambientes de cloud. Com mais de seis meses de trabalho, o Ubuntu 18.04 LTS recebeu o codinome "Bionic Beaver" e é o sétimo lançamento LTS (ou seja, com suporte de longo prazo). Ele será suportado com atualizações de segurança e de software por cinco anos, até abril de 2023, período o qual receberá não menos do que cinco atualizações de manutenção, cada uma trazendo pilhas atualizadas de kernel e gráficos das versões mais recentes que forem chegando.

Como esperado, o Ubuntu 18.04 LTS traz vários novos recursos e mudanças, começando com o uso do X.Org Server como servidor de exibição padrão em vez do Wayland, que foi usado no Ubuntu 17.10. Enquanto a Canonical planeja reativar o Wayland como servidor de exibição padrão no Ubuntu 20.04 LTS, por enquanto será fornecido como um Technical Preview, estando disponível na tela de login.


Outro novo recurso do Ubuntu 18.04 LTS que deve agradar a muitos é uma opção de "instalação mínima" no instalador gráfico que permite que os usuários instalem o sistema operacional apenas com o navegador web Mozilla Firefox e com alguns utilitários padrão. Falando sobre o instalador gráfico, ele sofreu uma reformulação neste lançamento, então você verá várias opções diferentes adicionadas e outras removidas.

Desenvolvido em colaboração com a Microsoft, novas imagens otimizadas para o Hyper-V estão disponíveis também com este lançamento do Ubuntu 18.04 LTS, tornando-o muito mais rápido em virtualizações com o Windows. Para ambientes de nuvem, as imagens cloud do Ubuntu 18.04 LTS são fornecidas com integração de aceleração de hardware para as GPUs da NVIDIA.

"Operações multi-cloud são o novo normal", diz Mark Shuttleworth, CEO e fundador da Canonical. "O tempo de inicialização e as imagens otimizadas para desempenho do Ubuntu 18.04 LTS em todas as principais nuvens públicas fazem dele o sistema operacional mais rápido e eficiente para computação em nuvem, especialmente para tarefas de armazenamento e computação intensivas, como aprendizado de máquina."

O GNOME 3.28 é o ambiente gráfico padrão

A nova versão do sistema operacional da Canonical vem com o ambiente gráfico GNOME mais recente por padrão. Todos os aplicativos fornecidos pelo GNOME foram atualizados para a versão 3.28, exceto o gerenciador de arquivos Nautilus, que permanece na versão 3.26 devido ao fato de que a versão atual não lida mais com ícones da área de trabalho. No entanto, o Nautilus recebeu uma reformulação adequada no Ubuntu 18.04 LTS.


O GNOME 3.28 sozinho traz muitas mudanças importantes que você deve estar ciente se você atualizar do Ubuntu 17.10, que usa o GNOME 3.26. Um recurso que precisa ser destacado aqui é que a interface GNOME Shell agora suporta conexões Thunderbolt 3. Além disso, o novo aplicativo GNOME To Do também foi incluído por padrão no Ubuntu 18.04 LTS.

Vários aplicativos são fornecidos como Snaps

Conforme a Canonical avança suas tecnologias Snappy, que fornecem melhor isolamento e segurança, bem como suporte contínuo a atualização em todo o ciclo de vida das versões LTS do Ubuntu, não é de se estranhar que o Ubuntu 18.04 LTS venha pré-instalado com vários aplicativos no formato de pacote universal Snap por padrão. Estes incluem o GNOME Calculator, GNOME Characters, GNOME Logs e GNOME System Monitor. Para facilitar a instalação do Snaps pelos usuários, o Ubuntu Software agora permite alternar facilmente entre diferentes canais da Snap Store. Mais de 3.000 Snaps estão disponíveis para instalação na Snap Store, incluindo aplicativos populares como Firefox, Spotify, Skype e Slack.


Outras mudanças notáveis ​​no Ubuntu 18.04 LTS incluem suporte para emoji colorido na maioria dos aplicativos, um método de clique com dois dedos agora está disponível para touchpads sem botões físicos (essa configuração pode ser alterada com o utilitário GNOME Tweaks) e um novo driver padrão para mouse e touchpad foi implementado, ou seja, o libinput.

Você ainda poderá voltar para o driver Synaptics através do painel de configurações do sistema se achar que o libinput não é para você, mas a Canonical afirma que o Synaptics será removido em uma versão futura do Ubuntu. Por último, mas não menos importante, o Ubuntu 18.04 LTS suspende automaticamente laptops que funcionam com bateria após 20 minutos de inatividade.

Sob o capô do Ubuntu 18.04 LTS

Sob o capô, o Ubuntu 18.04 LTS conta com a série 4.5 do Linux Kernel, que recentemente chegou ao fim da vida. No entanto, acreditamos que a Canonical continuará a apoiá-lo até o lançamento da primeira atualização de manutenção, o Ubuntu 18.04.1 LTS, que deve chegar no final deste ano com novas pilhas de kernel e gráficos.

"No Ubuntu 18.04 LTS, o gcc agora está configurado para compilar aplicativos como Position Independent Executables (PIE), bem como com ligação imediata, para fazer uso mais efetivo do Address Space Layout Randomization (ASLR). Todos os pacotes no main foram reconstruídos. para aproveitar isso, com algumas exceções ", diz a Canonical nas notas de lançamento.

Download do Ubuntu 18.04 LTS

Caso você não queira atualizar para o Ubuntu 18.04 LTS, mas invés disso quer fazer uma nova instalação limpa, você pode baixar agora mesmo a imagem ISO do sistema operacional clicando aqui. Trata-se de um download de 1,7 GB. Você pode usar uma ferramenta como o Etcher para criar um dispositivo USB bootável.


FONTE: Softpedia

Comentários