Comparativo: Ryzen 7 2700X vs Intel Core i7 8700K com Rise of The Tomb Raider no Linux


Na semana passada, publicamos um artigo com alguns testes de benchmarks mostrando como a Radeon RX 580 já está bem competitiva com a GeForce GTX 1060 na plataforma Linux com a pilha de gráficos Mesa 18.1, atualmente em desenvolvimento. Agora, chegou a hora de vermos como anda a performance do Ryzen 7 2700X quando comparado com o Intel Core i7 8700K com o recém-lançado port para o sistema do pinguim Rise of The Tomb Raider.

Os testes de desempenho apresentados aqui foram realizados pelo site Phoronix, famoso pelos seus benchmarks envolvendo o Linux. O comparativo foi realizado com as placas de vídeo AMD Radeon RX 580 e Radeon RX Vega 64, juntamente com o Linux Kernel 4.16.2 e o Mesa 18.1-dev sobre uma instalação do Ubuntu 17.10. O Core i7 8700K estava funcionando com a placa-mãe ASUS PRIME Z370-A e o Ryzen 7 2700X usando o ASUS ROG CROSSHAIR VII HERO (com o novo BIOS 0509). Os sistemas foram testados com a mesma memória (2 x 8GB DDR4-3200MHz Corsair), além do SSD Samsung 950 PRO 256NVMe para o sistema operacional e o HD Crucial CT525MX3 para a instalação de Rise of The Tomb Raider por meio da Steam.

Os testes de desempenho

Como podemos ver nos gráficos abaixo, o desempenho do Intel Core i7 8700K quando comparado com o Ryzen 7 2700X no Linux para este port de jogo AAA foi muito próximo tanto com a Radeon RX 580 quanto com a RX Vega 64, mas o Core i7 8700K com a RX Vega 64 teve vantagem na cena mais exigente de Geothermal Valley:







Com a resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels) nas configurações de qualidade gráfica do jogo no baixo, o desempenho foi quase idêntico nesses processadores x86 concorrentes:







O mesmo acontece em resolução 4K com as configurações de gráficos no baixo, quando as GPUs se tornarem o gargalo. O Ryzen 7 2700X ainda era capaz de acompanhar o Core i7 8700K:







Na resolução 1080p, com a configurações de qualidade gráfica de Rise of The Tomb Raider no médio, o Core i7 8700K permitiu que o RX 580 e o RX Vega 64 rodassem até alguns frames mais rápido do que com o Ryzen 7 2700X:







Enquanto que em 1440p, ainda com as configurações de gráficos no médio, onde a GPU está mais ocupada, não havia muita diferença entre esses dois processadores:







Com as configurações de gráficos do game no muito alto, onde a GPU trabalha mais, o Ryzen 7 2700X estava acompanhando o Core i7 8700K:













Embora o Ryzen 7 2700X tenha uma velocidade de clock boost ligeiramente menor do que o Intel Core i7 8700K, este processador Zen estava bem competitivo quando comparado com a CPU da Intel com este mais recente port de jogo para Linux baseado na API gráfica Vulkan.


FONTE: Phoronix

Comentários