Versão para Linux de F1 2017 é atualizada para rodar melhor com GPUs NVIDIA com pouca vRAM


Lançado em novembro do ano passado para Linux, F1 2017 chegou como o primeiro port de jogo da Feral Interactive a usar exclusivamente a API Vulkan, ou seja, sem suporte para OpenGL. Agora, uma nova atualização beta para o título conta com uma correção que promete ajudar aqueles que estão sofrendo com falhas ao executar o game com uma placa de vídeo da NVIDIA com pouca vRAM.

O patch 1.0.7 para F1 2017 está disponível como um beta público no Steam e promete resolver "falhas raras" ao usar drivers Vulkan recentes da NVIDIA para Linux em cenários onde o jogador está com pouca memória de vídeo. Contudo, não há menções de quaisquer outras alterações com esta atualização de correção para o jogo.

Para obter o novo patch, clique com o botão direito do mouse em F1 2017 na sua biblioteca Steam e selecione Propriedades. Na nova janela que se abrir, selecione a aba Betas. Agora, na caixa suspensa, selecione "mac_linux_public_beta" para que o patch seja baixado e instalado automaticamente.

Para mais detalhes sobre esta atualização beta, não deixe de conferir esta postagem publicada pela própria Feral Interactive no Reddit.


FONTE: Phoronix

Comentários