Lançado o Linux Kernel 4.17 com melhorias para GPUs AMD e suporte para gráficos Intel Cannon Lake


Foi lançado no último domingo (3) o Linux Kernel 4.17, que chega trazendo diversas melhorias e novo recursos para que a plataforma Linux possa lidar melhor com novos hardwares, como é o caso dos gráficos dos futuros processadores Intel Cannon Lake, que podem chegar no final deste ano. Enquanto isso, os desenvolvedores da Intel já estão trabalhando no suporte para os chips Ice Lake, que sucederá as CPUs Cannon Lake.

Outra grande novidade do Linux Kernel 4.17, mas, desta vez, para os donos de placas de vídeo da AMD, é a habilitação por padrão para o código de exibição AMDGPU DC para GPUs GCN 1.2 e mais recentes. Isso significa que agora as gerações recentes de hardware da AMD finalmente contam com áudio via HDMI ou DisplayPort por padrão, bem como o trabalho de preparação para a tecnologia FreeSync, atomic mode-setting, HDMI 2.0 e muitos outros recursos de exibição modernos com esta pilha de exibição compartilhada com a versão do driver para Windows.

Ainda no lado da AMD, com a nova versão do kernel, é possível obter a pilha de computação ROCm/OpenCL trabalhando com GPUs discretas, como Fiji, Tonga e Polaris, sem a necessidade de adicionar módulos extras ao kernel. Além disso, o driver de vídeo AMDGPU agora conta com o suporte inicial para recursos de eficiência de energia semelhante ao WattMan, bem como suporte para a próxima GPU Vega 12.

Entre outras mudanças importantes, podemos mencionar o suporte ao processador NVIDIA Tegra Xavier, o suporte à proteção contra cópia digital HDCP (High-bandwidth Digital Content Protection), da Intel, e uma melhora significativa na economia de energia para sistemas ociosos. As melhorias podem ser em torno de 10%, dependendo do hardware.

Claro, existem muitas outras atualizações de drivers e correções que tornam o Linux Kernel 4.17 uma excelente opção para hardwares mais novos. Contudo, se você também quer um sistema mais estável, espere pelo menos até o lançamento do Linux Kernel 4.17.1, a primeira atualização de manutenção desta nova série principal do kernel.

Agora que o Linux Kernel 4.17 foi lançado, a janela de mesclagem de alterações para a próxima versão, o Linux Kernel 4.18, está aberta para que os desenvolvedores façam seus patches. A janela de mesclagem estará aberta por duas semanas, até o dia 17 de junho, quando o primeiro marco RC (Release Candidate) deverá estar pronto para testes públicos. Quanto à série Linux Kernel 5.0, pode estar chegando no final do ano.


FONTE: Phoronix | LKML

Comentários