MoltenVK ganha solução para problemas com API do iOS causando a rejeição da App Store


Recentemente, publicamos um artigo onde relatamos que um estúdio de jogos indie teve um de seus games para iOS rejeitado pela Apple por causa do uso do MoltenVK, que dependia de uma "non-public API". Agora, uma nova solicitação de implementação de novos patches foi anunciada para o MoltenVK, que pode ajudar a resolver o problema que impediu a entrada do game na App Store.

Embora não nos surpreenda nem um pouco ver a Apple rejeitar os aplicativos com base no fato de não estarem de acordo com a sua API gráfica Metal, foi descoberto que o MoltenVK estava, de fato, usando interfaces não públicas relacionadas com o IOSurface, que faz parte dos SDKs do iOS 11.0 e do macOS 10.6 (e versões mais recentes de ambos os sistemas operacionais) para o compartilhamento de dados de buffer acelerados por hardware em vários processos e pode ser usado para gerenciar a memória de imagem com mais eficiência.

O IOSurface do MoltenVK pode de fato ser o culpado pelo jogo do estúdio ter sido rejeitado pela App Store, o que fez com que o desenvolvedor Nat Brown preparasse novos patches que remove o suporte ao IOSurface dentro da versão do MoltenVK para iOS. Ainda, acordo com Nat Brown, isso não deve ter qualquer impacto imediato, pelo menos enquanto o MoltenVK não for obrigatório por outros casos de uso avançados, como VR.

"Eu sei que as rejeições de aplicativos e as regras do ecossistema da Apple podem ser frustrantes, mas, neste caso, acho que essa é provavelmente uma rejeição legítima ao uso do flag kIOSurfaceIsGlobal=true ao criar uma superfície do IOS - a Apple documenta isso como privado e não é permitido por aplicativos em área restrita no iOS, e há razões legítimas de segurança e sandbox para não suportar o IOSurfaces que podem ser adivinhados e mapeados para um processo externo usando IOSurfaceLookup(). É provável que o analisador estático da Apple tenha encontrado isso durante o envio [do jogo]", explica Nat Brown, desenvolvedor da Valve.

"As pessoas que trabalham com gráficos na Apple estão bem com o MoltenVK, e muitas pessoas da Apple e da AMD forneceram feedback técnico concreto para melhorar o desempenho do MoltenVK e descobrimos erros em HLSL->GLSL->SPIR-V->MSL juntos, o que deve ajudar a tornar todo o ecossistema de gráficos mais forte", concluiu.

É bom saber que a AMD e, até mesmo, pessoa que trabalham na Apple tem contribuído com o desenvolvimento do projeto open source MoltenVK. Agora só resta saber se a solução encontrada pelo desenvolvedor irá satisfazer a empresa da maçã em aceitar softwares que usam o MoltenVK.


FONTE: Phoronix

Comentários