Ubuntu 18.10 entra na fase ''Feature Freeze''; versão beta chega em 27 de setembro


O próximo Ubuntu 18.10 (Cosmic Cuttlefish) entrou oficialmente na sua fase "Feature Freeze", que é um passo muito importante no desenvolvimento de uma distribuição Linux, sinalizando o fato de que os novos recursos já foram adicionados para a versão final e que os desenvolvedores devem concentrar seus esforços apenas na correção de bugs críticos e outros problemas que pode prejudicar o lançamento final.

Neste ponto, não haverá novos recursos ou pacotes atualizados, exceto aqueles que consertam bugs. No entanto, existem atualmente mais de 870 pacotes presos no repositório cosmic-proposed, então os desenvolvedores e contribuintes agora devem resolver quaisquer problemas e liberar o máximo de pacotes possível até a versão beta.

"Mais uma vez, estamos muito ocupados com transições em andamento; hoje com 873 pacotes no [repositório] cosmic-proposed, estamos até um pouco atrasados ​​em relação a onde estávamos neste ciclo com o Bionic. Fizemos um bom progresso com o lançamento do Bionic, e com algum esforço, podemos fazer o mesmo novamente com o Cosmic", diz Steve Langasek, da Canonical.

O beta do Ubuntu 18.10 chega no dia 27 de setembro

Com a fase Feature Freeze em vigor, o próximo marco significativo no cronograma de lançamento do sistema operacional Ubuntu 18.10 é a versão beta, que está programada para ser lançada em um mês a partir do momento da escrita deste artigo, em 27 de setembro, e estará disponível não só para o Ubuntu, mas também para todos os sabores oficiais.

O Ubuntu 18.10 é o primeiro lançamento do popular sistema operacional que possui um ciclo de desenvolvimento mais simples e aparentemente mais eficiente, consistindo de várias e opcionais chamadas "Testing Weeks" e uma única versão beta antes do lançamento final, que deve acontecer no dia 18 de outubro.

Como um teste para a Canonical experimentar várias novas tecnologias, o sistema operacional será desenvolvido com o Linux Kernel 4.17, contará com vários componentes do ambiente gráfico GNOME 3.30, terá melhor integração com o Android, um novo tema e conjunto de ícones, nova tela de login e suporte ao zstd, um eficiente algoritmo de compactação de dados.

O Ubuntu 18.10 também promete oferecer melhor consumo de energia para laptops ajustando as opções de kernel de baixo nível para desligar unidades de disco e controladores USB quando eles não são usados, bem como melhorias de compartilhamento de mídia com melhor compatibilidade para dispositivos inteligentes e fácil criação de compartilhamento SMB (Samba).


FONTE: Softpedia

Comentários