AMD publica os últimos patches de código aberto para suportar o FreeSync no Linux


Os drivers open source do Linux que lidam com as placas de vídeo Radeon ganharão muito em breve o tão aguardado suporte ao FreeSync. Foi só no mês passado que a AMD começou a publicar novos patches do FreeSync para o Linux. Parte do motivo pelo qual demorou tanto foi para chegar a um consenso com os desenvolvedores de drivers da Intel e outras partes interessadas que querem se beneficiar do recurso, podendo também optar por implementar esse suporte da mesma forma.

Além da tecnologia Radeon FreeSync, a AMD também está implementando o suporte, é claro, para Adaptive-Sync e HDMI VRR, que são os padrões da indústria para taxas de atualização variáveis ​​para reduzir (ou, idealmente, evitar), por exemplo, tearing e atraso de input especialmente em jogos.


Os últimos patches da AMD para a API do DRM (Direct Rendering Manager) inclui algumas atualizações de documentação/formatação e pequenas alterações no AMDGPU DC. Há também patches atualizados para a pilha gráfica Mesa, que fazem a integração com a API do DRM, atualizam a "blacklist", para evitar a ativação do recurso em cenários específicos, e adicionam outras alterações.

Atualmente, essa blacklist abrange ambientes gráficos com o KWin, Compton, Compiz, Muffin e outros que já usam a sincronização adaptativa, bem como programas como o Chrome, Firefox, Totem, VLC e outros navegadores e aplicativos de desktop comuns.

Parece que este código está quase na linha de chegada. Infelizmente, parece muito tarde para incluir os novos patches no próximo Linux Kernel 4.20 (ou 5.0), então o suporte para o FreeSync terá que esperar até depois disso para ser implementado ao kernel. Mas, pelo menos, parece que o primeiro lançamento do Linux Kernel de 2019 poderá incluir este suporte!

Isso também seria emparelhado com o Mesa 19 para tornar esse recurso tão esperado uma realidade para os jogadores Linux que fazem uso dos drivers open source da AMD. Fique ligado no LinuxBuzz para testes, guias de configuração e muito mais, uma vez que o suporte open source ao FreeSync chegar.


FONTE: Phoronix

Comentários