Os aplicativos Linux no Chrome OS em breve terão acesso às pastas de apps do Android


Atualmente, além dos aplicativos do navegador Chrome, os dispositivos com o Chrome OS também podem executar apps do Android, que podem ser obtidos pela Google Play Store, e programas do Linux (graças o suporte ao Debian) o que pode tornar o sistema operacional útil para os mais diversos cenários. No entanto, por motivos óbvios de seguranças, os softwares de cada plataforma acabam rodando confinados em sandbox, o que limita o acesso a arquivos e pastas do sistema.

O único local que você pode acessar de todas as duas plataformas é a pasta de downloads, o que obviamente faz sentido, já que os usuários precisam sempre ser capazes de acessar os arquivos que recebem da web. Felizmente, a Google está planejando outra grande atualização que forneceria aos aplicativos Linux acesso às pastas de apps do Android.

A nova atualização permitirá que seja desbloqueado o acesso ao conteúdo na pasta “Play files” para aplicativos Linux. Basicamente, como observa o site 9to5google, isso possibilitaria que os aplicativos Linux acessassem a pasta de aplicativos do Android da mesma forma como acontece agora para os Downloads.

Preocupações com a segurança

O que isto significa é que os usuários teriam que lidar com menos restrições ao mover dados de um local para outro, mas, ao mesmo tempo, também levantam preocupações sobre como a segurança pode ser afetada. Basicamente, o sandbox deve impedir que qualquer arquivo malicioso comprometa outra plataforma no mesmo dispositivo, e restringir o acesso à pasta Downloads é uma maneira muito eficaz de fazer isso.

Mas uma vez que os aplicativos Linux tenham acesso a mais pastas, inclusive aos próprios dados de apps do Android, uma exploração em potencial poderia produzir muito mais danos, chegando a informações que, de outra forma, não seriam capazes de acessar.

Neste ponto, no entanto, isso é apenas uma confirmação descoberta no gerenciamento do código-fonte do Chromium Gerrit, portanto a ideia ainda está em seus primórdios. Resta saber quando e se a Google quer finalizar esse projeto, mas se isso acontecer, lidar com essas preocupações de segurança pode ser a parte mais difícil do trabalho.


FONTE: Softpedia

Comentários