Projeto ''Gallium Nine Standalone'' promete tornar o Gallium D3D9 mais fácil de usar no Wine


Pelo menos até que projetos como o VK9, que permite rodar o Direct3D 9 sobre a Vulkan, estejam refinados e prontos para que o usuário final possa executar seus jogos, o meio atual pelo qual os jogadores podem alcançar o maior desempenho com a API da Microsoft no Wine é usando a implementação de código aberto Gallium Nine.

No entanto, os desenvolvedores do Wine, infelizmente, não estão muito interessados em implementar o Gallium Nine por padrão na ferramenta, já que ele é limitado apenas ao Linux e apenas aos drivers Gallium3D, ou seja, open source, mas o projeto "Gallium Nine Standalone" torna esse suporte mais fácil de implantar em praticamente todas as versões do Wine e sem grandes alterações.

O Gallium Nine Standalone é um esforço independente que é uma versão autônoma das partes do Gallium Nine para Wine. Isso permite que o suporte do Gallium3D D3D9 seja usado com qualquer versão do Wine, incluindo o Wine-Staging e outras builds. A implementação consiste apenas da biblioteca d3d9-nine.dll e da GUI de configuração ninewinecfg.exe.

A iniciativa torna o Gallium Nine muito mais fácil de usar do que a versão modificada do Wine, para que você possa acompanhar mais facilmente o upstream ou confiar em quais pacotes do Wine podem estar no repositório de pacotes da sua distribuição Linux. Claro, você ainda precisa estar executando um driver Gallium3D para que tudo isso funcione.

Mais detalhes podem ser encontrados no repositório oficial do projeto no GitHub.


FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários