Vulkan Overlay, da Intel, recebe novos aprimoramentos com foco em jogadores


Já faz algum tempo que o pessoal do Intel Open-Source Technology Center vem trabalhando no novo Vulkan Overlay, que deve estar disponível por padrão no próximo Mesa 19.1, para fornecer várias métricas de desempenho e estatísticas de uso para desenvolvedores de jogos e drivers. Esta sobreposição para a Vulkan continua sendo aprimorada, além de receber ajustes especialmente para jogadores e entusiastas.

O Vulkan Overlay foi desenvolvido com o driver Vulkan da Intel "ANV" em mente, mas também está funcionando com o driver RADV (para GPUs AMD). Alguns dias atrás, um contador FPS foi adicionado para tornar a ferramenta mais interessante para os usuários finais, particularmente entusiastas e jogadores, para ser usada com games que fazem uso da API Vulkan no Linux que, de outra forma, não teriam um contador de frames integrado.

Além disso, também foram implementadas diversas correções, especialmente para computações mínimas/máximas, suporte para multi-lib e um retrabalho na análise de opções. O mais interessante, porém, é o suporte para a função fps_sampling_period= para tornar o relatório de FPS configurável para a frequência de amostragem.


Também está disponível a opção output_file=, que serve para registrar os resultados do frame-rate em um arquivo de texto, além de exibir a taxa de quadros na tela. Isso é semelhante a algumas bibliotecas de relatórios de FPS do OpenGL, o que torna mais fácil para alguns jogos que não possuem uma função de benchmarking.

Para obter detalhes sobre como usar essas opções por meio da variável de ambiente VK_LAYER_MESA_OVERLAY_CONFIG, consulte o arquivo README do Vulkan Overlay. Novamente, essa camada está sendo introduzida apenas no Mesa 19.1.


FONTE: Phoronix
Comentários