Confira alguns dos principais destaques do novo GNOME 3.32


Com o GNOME 3.32 sendo oficialmente lançado nesta quarta-feira (13), o ambiente gráfico recebe uma série de novos recursos e aprimoramentos. A atualização inclui um novo conjunto de ícones e tema, mais melhorias com foco no desempenho e novas versões de aplicativos, como o gerenciador de arquivos Nautilus.

Além disso, essa também é a primeira versão do GNOME a suportar escalonamento fracionário, um recurso frequentemente solicitado por usuários que permite que tudo na tela pareça "normal" nos monitores HiDPI. A desvantagem é que, ao menos por enquanto, é uma opção experimental que funcionará apenas nas sessões Wayland.


Para ativar o escalonamento fracionário no GNOME 3.32, além de ter que estar usando o Wayland, será necessário adicionar manualmente   scale-monitor-framebuffer   para a chave gsettings   org.gnome.mutter.experimental-features  . Quando ativado, basta ir em Configurações ➞ Monitores para escolher um valor de escala, que inclui valores em 125%, 150%, 175% e 200%.

Outra novidade é que o usuário agora pode ter mais controle sobre como os aplicativos instalados se comportam e o que eles podem acessar enquanto estão em execução. A nova sessão "Aplicativos", disponível no painel de configurações, lista todos os apps instalados (.deb e Flatpak). Basta clicar em um deles para ter uma visão geral de suas principais configurações e permissões.


É possível configurar coisas como notificações de aplicativos, som e pesquisa, bem como a possibilidade de especificar permissões ​​para aplicativos Flatpak. Algumas delas são internas e não podem ser alteradas, por exemplo, o Nautilus tendo acesso ao seu sistema de arquivos.

Quem também recebeu um pouco mais de atenção foi o GNOME Software, que conta com melhorias para a busca de aplicativos e os apps Flatpak agora listam as permissões necessárias nas páginas de detalhes, além de informar também se novas permissões são solicitadas por um aplicativo durante uma atualização.

No geral, o GNOME 3.32 promete ser ainda mais rápido e fluido quando comparado com as versões anteriores. Além disso, o novo tema Adwaita e a atualização de ícones dão uma nova vida ao ambiente gráfico, deixando-o mais dinâmico e moderno.


FONTE: OMG! Ubuntu!

Comentários