DXVK 1.0.3 chega trazendo correções para Star Citizen e Dark Souls Remastered


Foi lançado na última segunda-fera (15) mais uma nova versão do DXVK, a 1.0.3, que chega trazendo mais correções e melhorias para rodar mais jogos do Windows que fazem uso do Direct3D 10/11 no Linux usando a API gráfica Vulkan. Entre os destaques, podemos citar que as DLLs do DXVK agora incluem informações sobre a versão que podem ser usadas por alguns games.

Além disso, o DXVK 1.0.3 também traz correção para um grave problema de desempenho com o jogo Anno 1800, adiciona uma solução alternativa para corrigir problemas de renderização em GPUs NVIDIA para os games Dark Souls Remastered e Grim Dawn, bem como corrige o shader da geometria inválida, causando o travamento da GPU e falhas no driver ao executar o título Star Citizen.

Existe também correção para um problema em que os shaders de geometria de hashing com metadados de saída de fluxo retornavam resultados indefinidos, o que poderia fazer com que os arquivos de cache de estado crescessem indefinidamente, bem como correção para um problema em que dados indefinidos seriam transmitidos ao driver para constantes de especialização não utilizadas durante a compilação de pipelines, o que poderia ter causado falhas inesperadas no cache do shader.

Para mais detalhes técnicos, não deixe de conferir o anúncio oficial, clicando aqui.

A versão 1.1 ainda não está pronta

O DXVK 1.1 apresentou alguns problemas para diversos suários e teve que ser revertido, mas, felizmente, Philip Rebohle, desenvolvedor e líder do projeto, garantiu que os trabalhos para corrigir a versão 1.1 estão em andamento e pede que os usuários realizem testes com o maior número possível de jogos.

"O lançamento [1.1] estava causando falhas em jogos e travamentos na GPU com alguns usuários. Se você tiver um ambiente de compilação configurado, teste a última ramificação principal com o maior número de jogos possível para ajudar a encontrar e solucionar problemas nas regressões", disse Philip Rebohle.


FONTE: DXVK/GitHub
Tags :
Comentários