Planos da Razer para melhorar o suporte ao Linux parecem ter sido cancelados


Em meados de 2017, o CEO da Razer, Min-Liang Tan, anunciou que a empresa teria planos para aprimorar o suporte para seus notebooks gamer executando Linux, o que deixou muita gente animada na época. Mais de dois anos depois, a empresa ainda não lançou um laptop com Linux e nem realizou outras melhorias mensuráveis em seu suporte ao Linux.

De acordo com o site Phoronix, recentemente um contato de dentro da empresa revelou que os planos a da empresa estagnaram. Ainda, segundo o site, pelo menos em parte, isso acontece devido ao fato do mercado de jogos para Linux permanecer bem pequeno em relação ao Windows.

Além disso, há também a possibilidade de que a companhia possa introduzir no mercado mais de um laptop focado para desenvolvedores, mas neste momento parece que não existir nada no roteiro que esteja relacionado com o Linux para o curto prazo.

É lamentável que, após dois anos desde o anúncio de Min-Liang Tan, a empresa não tenha conseguido fornecer nenhuma melhoria significativa no suporte ao Linux ou um laptop rodando o sistema do pinguim por padrão de fábrica, seja ele focado em jogadores ou desenvolvedores. Contudo, outras fabricantes, como Dell e System76, já oferecem boas opções para os consumidores, com hardware de última geração.

A Razer também não está fornecendo nenhum driver ou aplicativo oficial para que os usuários Linux possam gerenciar seus periféricos gamer que levam a marca da fabricante. Felizmente, existem soluções como o OpenRazer, Polychromatic e outras opções da comunidade.


FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários